Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página Inicial > Notícias > Campus inicia projeto que incentiva a conservação do patrimônio público
Início do conteúdo da página Notícias

Campus inicia projeto que incentiva a conservação do patrimônio público

Projeto se extende até o fim de 2017, envolve toda a comunidade escolar e pretende conscientizar alunos de outras escolas da região.
  • Marcos Soares
  • publicado 20/04/2017 18h28
  • última modificação 24/04/2017 10h01

Zelar pelo patrimônio público e cuidar dos bens públicos é uma prática que está sendo aprendida na escola pelos alunos do Instituto Federal do Maranhão Campus São José de Ribamar. Durante o dia 20 de abril, os alunos das turmas dos cursos técnicos de administração vespertino e noturno modalidade subsequente iniciaram as atividades do projeto de extensão “Se a gente cuida, a gente ama. Conscientização e cuidados com o patrimônio público escolar”, coordenado pela professora Antônia Gomes. O projeto vai se estender durante todo o ano de 2017, com a realização de diversas atividades que vão envolver os alunos do Campus São José de Ribamar e de outras escolas públicas do município e dos demais municípios da ilha.

O projeto tem como objetivo gerar a conscientização da comunidade escolar do Campus São José de Ribamar quanto a valorização, preservação e conservação do patrimônio público escolar, bem como da comunidade em geral. O projeto busca também organizar momentos de estudo e reflexão sobre a conservação do patrimônio público a partir dos referenciais legais e teóricos e incentivar a prática da conservação de todos os mobiliários e materiais dos diversos departamentos da escola. A professora Antônia Gomes, já trabalha com o projeto  desde que lecionava em Zé Doca, e comentou a importância do início do projeto em São José de Ribamar. “Trabalho com a disciplina de Gestão de Compras e Materiais, e surgiu a ideia de trabalhar com a preservação do patrimônio público, que são materiais comprados pelo poder público. Pretendemos atingir não só os nossos alunos, mas outros estudantes de escolas públicas de Ribamar e outros municípios próximos”, explicou a professora.

Entre outras atividades a serem desenvolvidas, a organização do projeto planeja visitar escolas de São José de Ribamar para conhecer a realidade local de preservação do patrimônio, realizar oficinas de aprendizagem, orientar os alunos a prepararem material de exposição, eleger semanalmente alunos para serem monitores do trabalho de conservação, limpeza e higiene do ambiente escolar e arrecadar e doar material escolar para escolas da região. O diretor do campus Marco Torreão comentou a importância do tema do projeto. “Acho que a maioria de vocês vêm de escolas públicas. O que reparo primeiro em um ambiente público é o estado de conservação dos banheiros, que na maioria das vezes é ruim. Além do ambiente escolar, precisamos preservar qualquer lugar onde haja patrimônio público, beneficiando a nossa cidade”, destacou ele.

Durante a tarde, os alunos fizeram uma peça teatral para encenar uma situação em que os alunos da escola sujavam o ambiente e não zelavam pelo patrimônio da escola. Depois de conversar com eles para conscientizá-los, a professora chamou o inspetor da escola, que deu um sermão neles, falou da lei a respeito de prejuízos ao patrimônio público, convenceu eles a limparem toda a sujeira e os colocou para assistir uma palestra a respeito do tema, ministrada apelo estudante  do curso de administração Alex Santos Rodrigues, que falou da questão legal da preservação do patrimônio público. A aluna Tayná de Jesus já começou a mudar sua mentalidade a respeito da conservação do patrimônio público a partir da realização do projeto. “Esse pensamento abrange também nosso bairro, nossa cidade, além da escola. Antes eu não me importava muito com a conservação de bens públicos, mas agora tomei isto para a minha vida, que se estou preservando um bem público, estou me ajudando e ajudando aos outros. O aluno Luis Vinícius Silva comentou que já adotava esta prática de preservar e conservar antes mesmo do início do projeto, pois manter a escola limpa ajuda os atuais alunos e os futuros alunos da escola.

Veja a galeria de fotos da tarde da abertura do projeto.

 

Fim do conteúdo da página