Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Presidente Lula inaugurou três campi do IFMA
Início do conteúdo da página Notícias

Presidente Lula inaugurou três campi do IFMA

  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 01/02/2010 15h00
  • última modificação 01/02/2010 15h00
Imprimir

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva inaugurou nesta segunda-feira, 1º, três campi do Instituto Federal do Maranhão: São Luís-Centro Histórico, Zé Doca e Buriticupu. Mais de 1,4 mil alunos estão matriculados nessas unidades. O valor investido nas obras foi de quase 8,3 milhões de reais, segundo levantamento divulgado pelo MEC (Ministério da Educação). Além dos três campi maranhenses, foram inauguradas outras 75 escolas federais de educação profissional, contemplando todas as regiões do país. Veja a relação. A cerimônia foi realizada no Brasília Alvorada Hotel, em Brasília, e contou com a presença do reitor José Costa e dos respectivos diretores dos campi maranhenses.

 

As novas escolas são fruto da política de expansão da rede federal, implantada em 2005. Outras 99 estão em obras e devem ficar prontas até o final do ano. O número total de escolas de educação profissional chegará a 380, com mais de 500 mil vagas. Os investimentos ultrapassam a casa de R$ 1,1 bilhão.

As escolas inauguradas nesta segunda-feira representam um investimento inicial de R$ 175 milhões, entre construção, equipamentos e mobiliário. Dessas 78 unidades, 32 já estão em funcionamento, com mais de oito mil estudantes matriculados. As demais começam a funcionar a partir de março. Quando estiverem em pleno funcionamento, as novas escolas poderão atender juntas a quase 100 mil alunos com cursos técnicos, licenciaturas e superiores de tecnologia.

Institutos – Em 29 de dezembro de 2008, os centros federais de educação tecnológica (Cefets), as unidades descentralizadas de ensino, as escolas agrotécnicas, as escolas técnicas federais e algumas escolas vinculadas a universidades deixaram de existir para formar os institutos federais de educação, ciência e tecnologia. São 38 institutos em todos os estados, oferecendo ensino médio integrado, cursos superiores de tecnologia e licenciaturas. Também integram os institutos as unidades que estão sendo entregues dentro do plano de expansão da rede federal.

Concursos – Para garantir o funcionamento das novas escolas, os institutos federais realizarão concursos públicos para contratação de professores e técnicos administrativos. O Ministério do Planejamento já autorizou a abertura de concurso público para a contratação de 8,9 mil profissionais de educação, sendo cinco mil professores e 3,9 mil técnicos administrativos. Os cargos foram aprovados pelo Congresso Nacional.

registrado em:
Fim do conteúdo da página