Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Instituto integra Projeto Agroindústria da Fruticultura no Litoral e Maracaçumé
Início do conteúdo da página Notícias

Instituto integra Projeto Agroindústria da Fruticultura no Litoral e Maracaçumé

  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 30/03/2010 22h14
  • última modificação 30/03/2010 22h14
Imprimir
agroindustriaEDTO Instituto Federal do Maranhão – Campus Zé Doca – é um dos integrantes do Projeto Agroindústria da Fruticultura no Litoral e Maracaçumé, que tem por objetivo promover a sustentabilidade da fruticultura, através da produção, beneficiamento e comercialização do açaí, acerola, cupuaçu e caju. O acordo foi assinado no último dia 24 pela professora Antonia Gomes que, juntamente com entidades como Sebrae, prefeituras, Banco do Nordeste e Embrapa, assumem o compromisso de executar as ações e demais iniciativas necessárias à obtenção dos resultados previstos no Projeto.

O Instituto ficará responsável por treinamentos e orientações sobre a forma correta de armazenagem e conservação das frutas. Já as demais entidades, como prefeituras, encarregam-se das construções de pontes e asfaltos, nas regiões que necessitam, as secretarias, respondem pela organização de eventos e suas logísticas, enquanto Sebrae e Embrapa por orientações técnicas, e as instituições financeiras, por empréstimos e demais orientações.

O público-alvo são agricultores familiares, produtores rurais, extrativistas e beneficiadores de frutas da região do litoral e Maracaçumé, nos municípios de Amapá do Maranhão, Cândido Mendes, Carutapera, Godofredo Viana Governador Nunes Freire e Luis Domingues.

Durante a assinatura, Antonia falou sobre a importância da iniciativa das classes organizadas de buscarem oportunidade no mercado de trabalho. Na oportunidade, a professora Kelly de Fátima Nogueira destacou a necessidade das pessoas destes municípios valorizarem os produtos que possuem, pois são frutas em destaque na atualidade e já valorizadas pela mídia.

O projeto tem como foco estratégico fortalecer a cultura associativista e cooperativista, estimular a criação e efetivação da legislação dos procedimentos para o beneficiamento de frutas, promover a capacitação, gerencial e viabilizar o acesso a serviços financeiros, viabilizar o acesso a inovações tecnológicas, aumento de áreas manejadas, redução dos efeitos da sazonalidade, fomentar o acesso a novos mercados, aumento de produção, melhoria da qualidade do produto e inserção dos produtos na merenda escolar.
Tudo por meio de ações como: capacitação e consultoria gerencial e tecnologica, acesso ao crédito, infra-estrutura, assistência técnica, difusão e inovação tecnológica, capacitação em gestão da cultura da cooperação, mapeamento da cadeia de comercialização, mapeamento das área de produção, acesso a mercado, execução e avalição das mensurações.

registrado em:
Fim do conteúdo da página