Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Formação de líderes: gestores discutem modelo de excelência em gestão
Início do conteúdo da página Notícias

Formação de líderes: gestores discutem modelo de excelência em gestão

  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 27/05/2014 15h32
  • última modificação 06/03/2015 15h01
Imprimir

gespub-1A apresentação dos treze pilares que definem o entendimento contemporâneo de excelência em gestão aos dirigentes do Instituto Federal do Maranhão (diretores gerais, pró-reitores, diretores sistêmicos e assessores da Reitoria) marcou o início do curso de Formação de Líderes realizado entre os dias 21 e 23 de maio, em São Luís (MA), como parte integrante do processo de implantação do Programa Gespública no IFMA.

A avaliadora sênior do programa, Vânia Cantanhede Holanda, proferiu a palestra “Critérios de liderança e o gestor publico excelente” e abordou questões como pensamento sistêmico, aprendizagem organizacional, liderança e constância de propósitos, visão de futuro, comprometimento com as pessoas, responsabilidade social, orientação por processos e informações, cultura da inovação, geração de valor, desenvolvimento de parcerias, controle social, gestão participativa e foco no cidadão e na sociedade.

gespub-5-alberto“O gestor precisa ser eficaz, cumprir as metas, ter consciência e atitudes para se tornar um referencial de líder público moderno”, esclareceu Vânia Holanda. “A identificação da natureza gerencial é o maior desafio para o serviço público”. “É preciso ter foco em resultados e nas necessidades do cidadão, com constante autoavaliação”, arrematou. O tema suscitou um grande debate entre os presentes. “Nas entidades privadas se consegue decidir sem burocracia, mas no IFMA há uma longa mediação para se chegar a uma decisão”, ponderou o prof. José Cardoso (Codó). “A nossa característica é político participativa por natureza”, afirmou o prof. Gairo Garreto (Alcântara). “Há uma dificuldade cultural”, ponderou Carlos Alexandre Amaral (Centro Histórico). “Tem que haver uma diretriz, uma visão coletiva do IFMA”, recomendou o prof. Carlos Firmino (Mangabeiras).

gespub-3-gruposNos dois dias seguintes, os gestores participaram da oficina de avaliação e diagnóstico organizacional, conduzida por Gustavo de Araújo, também avaliador sênior do programa. “Essa equipe vai dar bons frutos”, avaliou. “O IFMA tem muito a evoluir com esse curso”, prosseguiu. “Foi a turma mais participativa em que já atuei”, finalizou. “Foi muito positiva a participação dos gestores”, ressaltou Vânia Holanda. “O objetivo foi atingido”, afirmou. “Suscitamos discussões, inquietações, promovemos uma autoavaliação e a busca por melhoria”, resumiu. “O pensamento tem que ser institucional”, concluiu.

gespub-2-carlos cesargespub-4-reitorO reitor do IFMA, Roberto Brandão, agradeceu a participação de todos. “O investimento de tempo nessa etapa, demonstra o compromisso de todos com implementação de um novo modelo de gestão”. De acordo Carlos César Teixeira, pró-reitor de Planejamento e Administração do IFMA, é fundamental transformar o sentimento coletivo em ações. “Vamos traçar estratégias para buscar a implantação efetiva do modelo de excelência no Instituto Federal”, afirmou.


O Programa

O Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização (Gespública) nasceu formalmente em 2005, após as experiências dos programas nacionais de desburocratização e de qualidade no serviço público.

O objetivo do Gespública é garantir uma gestão excelência ao desburocratizar as instituições públicas. Baseado em princípios constitucionais e administrativos, seus pilares são a eficiência, a agilidade e a qualidade na Prestação de Serviços.

No estado, o programa é implementado pelo Núcleo de Excelência Pública (NEP-Maranhão) que oferece os serviços de diagnóstico organizacional, planejamento, simplificação de processos, gestão de riscos, assessoramento em satisfação do cidadão e elaboração de carta de serviços, dentre outros.

O IFMA aderiu ao (Gespública) da Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento, no final do ano passado, durante o V Encontro de Planejamento e Gestão da instituição, realizado em Açailândia.  A parceria nasceu de negociação efetivada logo após a realização do I Seminário de Gestão Pública ocorrido no ano passado em Buriticupu (MA) e que implementou um projeto embrião no campus. Serão trabalhadas as áreas de diagnóstico gerencial, planejamento para implementação de melhorias, ferramentas gerenciais e facilitadores de processos.

registrado em:
Fim do conteúdo da página