Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Comunidades e autoridades participam da entrega das novas instalações do Campus Alcântara
Início do conteúdo da página Notícias

Comunidades e autoridades participam da entrega das novas instalações do Campus Alcântara

  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 17/03/2015 19h57
  • última modificação 17/03/2015 19h57
Imprimir

 

mesa 2Um novo passo no processo de expansão do IFMA. Na tarde de sexta-feira (13), ocorreu a entrega oficial das instalações onde vai funcionar definitivamente o Campus Alcântara. A cerimônia foi marcada pela presença de Marcelo Machado Feres, nomeado no início do mês para assumir a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (SETEC/MEC), além do reitor Roberto Brandão e gestores do IFMA, ao lado de representantes do poder público estadual e municipal. O evento contou ainda com a participação de estudantes, professores e servidores do Instituto, e de integrantes de comunidades quilombolas e de assentamentos do município.

 

AereaAlém de bloco administrativo ocupando dois pavimentos, o novo prédio do Campus Alcântara conta com um bloco voltado às atividades educacionais, envolvendo biblioteca, salas de aula e laboratórios. A unidade possui ainda quadra de esportes coberta, cuja arquibancada tem capacidade para 154 pessoas, e um auditório com 184 lugares. Resultado de investimentos estimados em mais de R$ 10 milhões, as instalações do Instituto ocupam agora uma área construída total de 2.376 m².

 

 

FeresCaminhadaMarcelo Feres definiu como um “marco histórico” a entrega das instalações definitivas do Campus Alcântara, em razão da possibilidade de a nova unidade fazer uma diferença significativa para a população da cidade e arredores. “O crescimento de [mais um] campus que compõe o IFMA ajuda bastante a entender como é importante esse processo de interiorização e de criação de mais oportunidades para a juventude”, disse o titular da SETEC, destacando a adequação das instalações físicas do campus e, mais que isso, o corpo docente e os vários cursos técnicos em funcionamento, além do curso superior em Tecnologia de Gestão de Turismo, avaliado pelo MEC com nota 3.

 

 

reitor 1mesaEm referência ao processo de expansão do IFMA, o reitor Roberto Brandão informou que em 2015 já ocorreu a inauguração do Campus Barra do Corda, e nos próximos meses é prevista a entrega do Campus Grajaú. Segundo ele, a presença do Instituto na cidade reforça o desenvolvimento das atividades de pesquisa e ensino na área tecnológica, fortemente marcada pela atuação do Centro de Lançamentos de Alcântara (CLA), base militar vinculada à Força Aérea Brasileira (FAB) com a qual o Instituto mantém parceria institucional. Sobre a concepção das novas instalações, Roberto Brandão destacou o fato de o projeto ser criação de um servidor do próprio IFMA: o arquiteto e urbanista Raimundo Nonato Pinheiro Correa Filho, que atua na Diretoria de Infraestrutura (Dinfra).

 

Gairo
“A consolidação do Campus Alcântara se dá com a entrega desse prédio”, considerou o diretor geral Gairo Oliveira Garreto, destacando a possibilidade de alunos, professores e servidores se reunirem e realizarem suas atividades de forma unitária e em sintonia, com melhores resultados educacionais e nas áreas de pesquisa e extensão. Ele explicou que, antes da entrega da nova sede, o Instituto vinha funcionando em três instalações distintas e descentralizadas, o que dispersava os quadros da instituição em diferentes pontos da cidade. Em relação à expectativa da comunidade acadêmica e dos moradores do município, Gairo Garreto disse que o novo campus buscará ampliar a atuação do IFMA, expandindo qualitativa e quantitativamente a oferta de cursos técnicos e superiores, além de atrair jovens de toda a região.

 

placaDe acordo com a pró-reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do IFMA, Natilene Mesquita Brito, a entrega do novo campus representa a melhoria estrutural para o trabalho da comunidade acadêmica envolvida com projetos de pesquisa e inovação. Avaliando que as pesquisas vinham sendo desenvolvidas de modo tímido nas antigas instalações provisórias, a gestora considerou a possibilidade de o Instituto firmar convênios com o CLA, a fim de aperfeiçoar os equipamentos e a estrutura voltada às iniciativas envolvendo o setor aeronáutico, de forte identificação com a realidade local. Natilene Brito informou ainda que, a partir do próximo ano, é previsto o início de um projeto mundial relacionado ao lançamento de foguetes em Alcântara, envolvendo cinco institutos federais de educação brasileiros, dentre os quais o IFMA.

 

pro-reitoras“Apesar da curta trajetória, o Campus Alcântara obteve avanços significativos, e avalio que, em termos de ensino, dá um passo enorme rumo aos objetivos institucionais”, disse a pró-reitora de Ensino, Ximena Paula Nunes Bandeira Maia da Silva, referindo-se à recente criação do ponto de presença do IFMA na cidade, como núcleo avançado, em 2007. Segundo a gestora, os quatro cursos técnicos (Meio Ambiente, Eletrônica, Hospedagem e Guia de Turismo) e o de nível superior (Tecnologia de Gestão de Turismo) ofertados no Campus constituem áreas significativas para a região. Sobre as novas instalações, Ximena Bandeira ressaltou que, além de ser mais adequada ao desenvolvimento de ensino, pesquisa e extensão, a estrutura torna mais eficaz o processo de ensino-aprendizagem e as atividades ligadas à missão institucional do IFMA, ao acolher melhor os corpos discente e docente, bem como os servidores técnico-administrativos.

 

 

Poder público

 

BiraTitular da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTEC), o deputado estadual Bira do Pindaré disse que o acesso ao ensino técnico constitui uma oportunidade de os jovens escaparem à criminalidade, proporcionando-lhes uma formação profissional e a chance de se empregarem no mercado de trabalho. Em referência ao modelo de ensino oferecido pelo IFMA, o secretário ressaltou que a administração estadual assumiu o compromisso de criar os Institutos Estaduais de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA). Bira do Pindaré considerou que, apesar da importância estratégica do CLA para a região, a presença da base militar causou prejuízos à população local, o que requer a definição de políticas que conciliem o desenvolvimento do setor aeroespacial com benefícios para as comunidades de Alcântara.

 

 

WellingtonGeral plateiaRepresentando o parlamento maranhense, o deputado estadual Wellington do Curso, vice-presidente da comissão de Educação da Assembleia Legislativa, disse que as novas instalações do IFMA vão dar novo impulso à região histórica em torno de Alcântara, facilitando inclusive o acesso da população à cidade. “Acredito que a educação é a única forma de transformar a sociedade, e cabe ao IFMA revigorar as esperanças dos jovens e da população em busca de dias melhores”, disse o parlamentar, associando a educação profissionalizante a melhores condições de conquistar posições no mercado de trabalho. Wellington do Curso destacou que o campus diminui a necessidade de estudantes se deslocarem a outras cidades para realizarem estudos técnico e superior.

 

ArakenPara o prefeito de Alcântara, Domingos Araken, o campus do IFMA reforça as diversas vocações da cidade, em especial aquelas ligadas à área tecnológica. O gestor municipal considerou que a oportunidade de estudar gera maiores chances de ascensão para a população que vive com dificuldade, na sede do município e sobretudo no campo, onde se situa um grande número de comunidades remanescentes de quilombos e assentamentos da reforma agrária. Em vista disso, Domingos Araken destacou a parceria que pretende desenvolver com o Instituto, a fim de levar as atividades para as zonas rurais mais afastadas da cidade, correspondentes a três quartos do município.

 

Asp SandroO aspirante a oficial Sandro Ferreira, representando o diretor do CLA, Coronel Aviador Cláudio Olany de Oliveira,  considerou o empreendimento da maior importância para a população de Alcântara, em especial os segmentos jovens, por conta da perspectiva de estagiarem e se empregarem no setor aeroespacial. “Acredito que o CLA só tenha a acrescentar”, disse o militar, observando que o IFMA e a base de lançamento já desenvolvem parceria para a execução de projetos conjuntos, os quais podem levar à contratação de mão-de-obra especializada em carreiras tecnológicas.

registrado em:
Fim do conteúdo da página