Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Autorizada a construção do Ginásio Poliesportivo no Campus Mangabeiras
Início do conteúdo da página Notícias

Autorizada a construção do Ginásio Poliesportivo no Campus Mangabeiras

O espaço vai atender a comunidade acadêmica e a população do município e região
  • Maycon Rangel
  • publicado 01/09/2015 17h14
  • última modificação 01/09/2015 17h38

Imprimir
OrdemdeServicoGinasioMangabeiras20151

Autoridades se reuniram na Reitoria para a assinatura da Ordem de Serviço

Na manhã desta terça-feira (01), foi assinada a Ordem de Serviço para o início da construção do Ginásio Poliesportivo no Campus São Raimundo das Mangabeiras. A Zurk Saneamento e Construções Ltda. é a empresa responsável pela execução da obra, que será iniciada no prazo de 30 dias.

Orçado em 4 milhões e 200 mil reais, o ginásio vai atender tanto a comunidade acadêmica quanto a população de Mangabeiras e demais municípios do sul do Maranhão. “Mangabeiras é um município carente de esporte e lazer. Essa obra vai beneficiar toda a região”, afirmou o diretor do campus, Carlos Firmino. O diretor de Infraestrutura, Celso Azevedo, relembrou a importância do empreendimento para movimentar a mão-de-obra e o comércio local, envolvendo a população em torno de um interesse comum. Já o reitor, Roberto Brandão, disse que investimentos como esse são necessários para estreitar ainda mais a relação com as comunidades atendidas pelo IFMA.

A fiscalização da execução será feita pelo engenheiro civil Márcio Miranda e pelo técnico em edificações Bruno Gomes. Já a fiscalização do contrato será coordenada pelos professores Leandro Guimarães e Washington Neto, que atuam no campus.

O documento foi assinado pelo reitor; pelo diretor da Dinfra; pelo diretor do campus; pela diretora de Planejamento do campus, Rayanne Silva; pelo chefe do Departamento de Obras e Fiscalização, Magno França, pelo diretor de Desenvolvimento Institucional, Agenor Filho; e pelo sócio da Zurk, Leonardo Cruz.

Fim do conteúdo da página