Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Estudante de Engenharia se destaca com livro e patente
Início do conteúdo da página Notícias

Estudante de Engenharia se destaca com livro e patente

Michael Nunes desenvolveu pesquisas junto com professores do IFMA que culminaram em um depósito de patente e na produção de um livro.
  • Andréia Lima
  • publicado 10/04/2017 12h28
  • última modificação 10/04/2017 12h28

Imprimir

Michael Nunes faz Engenharia Elétrica Industrial no IFMA.

Com apenas 26 anos de idade, o estudante de Engenharia Elétrica Industrial do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus São Luís-Monte Castelo, Michael Nunes, já tem uma trajetória de veterano. Ele desenvolveu junto com os professores Lucilene Mouzinho e Eliúde Trovão duas pesquisas de grande destaque na instituição: uma sobre a quebra da Regra de Sarrus (regra matemática centenária) e outra sobre o desenvolvimento de um detector de falhas no abastecimento em postos de combustíveis. A primeira pesquisa está sendo finalizada com a produção de um livro em que o estudante é coautor e a outra culminou em um depósito de patente junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

O estudante conta que a escolha pelo curso de Engenharia Elétrica Industrial no IFMA teve relação direta com o perfil inovador que ele sempre teve. “Sempre tive o anseio por criar, aperfeiçoar, descobrir e inovar para o benefício da sociedade. Acredito que a cada pesquisa podemos descobrir algo inovador que pode transformar vidas. E neste curso eu percebi que seria possível colocar muitas dessas ideias em prática”, explicou.

Para Michael Nunes, o IFMA teve papel de grande relevância em sua formação acadêmica, o que lhe possibilitou o acúmulo de conhecimento. “É importante destacar o nível e a qualidade de ensino que o IFMA proporciona.  Em algumas disciplinas foi possível desenvolver projetos científicos tão bons que puderam ser publicados em artigos e apresentados em eventos estaduais e nacionais”, relatou.

O estudante desenvolveu outras pesquisas durante a graduação, mas sem dúvida essas duas foram as mais importantes em sua vida acadêmica. “O meu sentimento é de realização, pois eu busquei desenvolver projetos desde o início da graduação e essas duas pesquisas me proporcionaram uma gama de informações e grandes experiências para meu crescimento profissional. Foram os meus primeiros passos no mundo científico e tecnológico”, disse Michael.

 Pesquisas geram livro e depósito de patente

A pesquisa desenvolvida por Michael Nunes e pelos professores Lucilene Mouzinho e Eliúde Trovão “Generalização Sistemática do Método de Sarrus para o cálculo de determinantes de matrizes de ordem arbitrária” resultou na sistematização de um método que generalizou uma regra centenária da matemática: a Regra de Sarrus. O trabalho foi selecionado para participar da Jornada de Iniciação Científica da 67ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). O convite para a SBPC veio em virtude da premiação da pesquisa como melhor trabalho de iniciação científica durante o Seminário de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do IFMA (SEPPIE).

A pesquisa deve ser apresentada em um dos maiores eventos na área, o Congresso Internacional de Matemáticos (ICM) – que acontecerá em 2018, no Rio de Janeiro. Atualmente ela está em fase de conclusão para o lançamento de um livro em que o estudante é coautor. A obra foi submetida ao Edital de Editoração do IFMA e deve ser lançada em breve.

Da esquerda para direita: Lucilene Mouzinho, Michael Nunes e Eliúde Trovão.

Já o trabalho “Detector de falhas no abastecimento de postos de combustíveis” – também desenvolvido pela mesma equipe de pesquisadores – surgiu a partir da necessidade de solucionar um problema recorrente nos postos de combustíveis: a falha no abastecimento do tanque dos líquidos combustíveis. O abastecimento incorreto implica no isolamento temporário do tanque o que acarreta grande prejuízo aos donos de postos. Dessa forma, a equipe de pesquisadores, da qual Michael Nunes fez parte, desenvolveu um protótipo que detecta esse tipo de falha acionando um alarme.

O desenvolvimento desse protótipo pelos pesquisadores resultou no depósito de uma patente junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Nesse trabalho Michael Nunes assina como um dos inventores.

Veja mais matérias do “Estudante em Perfil”.

Fim do conteúdo da página