Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página Inicial > Notícias > Inscrições abertas para o Exame Nacional do Ensino Médio
Início do conteúdo da página Notícias

Inscrições abertas para o Exame Nacional do Ensino Médio

Para se inscrever, o candidato deve acessar o site do Enem. Prazo vai até o dia 19 de maio.
  • Assessoria de Comunicação, com informações do MEC e do Inep
  • publicado 09/05/2017 10h57
  • última modificação 09/05/2017 19h47

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 começaram nesta segunda-feira (08). O prazo para se inscrever vai até as 23h59 do dia 19 de maio. O procedimento é totalmente online e deve ser feito por meio do site do Enem. A taxa de inscrição será de R$ 82,00 e o pagamento deve ser feito até o dia 24 deste mês. O boleto pode ser pago em qualquer agência bancária, nas lotéricas ou nos Correios.

 

Isenção

Estão isentos da taxa:

  • Estudantes de escola pública que vão concluir o Ensino Médio em 2017;
  • Participantes de baixa renda que integram o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), utilizado para acesso a programas sociais como o Bolsa Família. Os participantes precisarão informar no ato de inscrição o Número de Identificação Social (NIS). Essa exigência vale para inscritos que pedirem isenção por terem renda familiar de até três salários mínimos (R$ 2.811), ou de até meio salário mínimo (R$ 468,50) por cada membro da família;
  • Participantes que tiverem cursado os três anos do Ensino Médio em escola pública (ou como bolsista em escola particular) e que tenham renda familiar, por cada membro da família, de até um salário mínimo e meio (R$ 1.405,50).

Os candidatos que conseguirem o benefício da gratuidade e não comparecerem às provas e nem apresentarem justificativa sobre a falta não terão direito à isenção da taxa na edição seguinte do exame.

 

Provas em dois domingos

Neste ano, as provas serão realizadas em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro. No primeiro dia, serão aplicadas as provas de redação, Ciências Humanas e Linguagens. Os candidatos terão 5h30 para redigir a redação e responder a 90 questões de múltipla escolha. Já no segundo domingo de provas, os inscritos farão as provas de Matemática e Ciências da Natureza, com 4h30 de duração para responder 90 questões.

O exame não servirá mais para certificar o ensino médio, função que voltará a ser do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Também não será mais feita a divulgação do ranking por escolas.

A previsão é que o resultado do Enem seja divulgado no dia 19 de janeiro de 2018.

 

Atendimento especializado

Participantes com necessidades especiais e em determinadas condições de saúde, como deficiências visuais e dislexia, por exemplo, podem pedir o tempo extra de uma hora para a realização da prova. Esse pedido, no entanto, deve ser realizado na hora da inscrição, mediante apresentação de laudo médico.

Candidatos surdos e com deficiências auditivas poderão, ainda, participar da aplicação experimental da prova com o apoio de um vídeo que apresentará as questões traduzidas por Libras (Língua Brasileira de Sinais). Esses inscritos também podem optar pela leitura labial ou por um tradutor/intérprete de Libras para apoio na tradução das orientações gerais da prova e na compreensão da língua portuguesa escrita.

 

Atendimento específico

Gestantes, lactantes, idosos, alunos em classe hospitalar – que por motivos de saúde estudam em unidades médicas – têm direito a atendimento específico desde que informem sua condição no ato de inscrição.

A partir deste ano, essa solicitação também poderá ser feita para candidatos diagnosticados com algumas doenças, como, por exemplo, diabéticos que usem bomba de insulina. O CID será exigido no momento da inscrição.

O atendimento específico não dá direito a uma hora adicional de prova.

registrado em:
Fim do conteúdo da página