Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Seminário aborda ensino lúdico de Química
Início do conteúdo da página Notícias

Seminário aborda ensino lúdico de Química

Evento do curso a distância de Licenciatura em Química do IFMA Campus Monte Castelo tratou ainda sobre redação científica.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 14/12/2017 11h01
  • última modificação 14/12/2017 11h01
Imprimir

Futuros professores aprendem a fazer jogos de tabuleiro para ensinar Química. (Polo São João dos Patos)

A música, o cinema, os quadrinhos e os jogos didáticos podem ajudar os estudantes a aprender Química. Pelo menos, é o que propôs o I Seminário Universidade Aberta do Brasil (UAB) local do curso a distância de Licenciatura em Química do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) São Luís – Monte Castelo. Com o tema Química lúdica e redação científica, o evento ocorreu nos polos São Luís, Dom Pedro e São João dos Patos, da UAB/IFMA, nos meses de novembro e dezembro.

O seminário foi apresentado para cerca de 120 alunos dos três polos e teve como objetivo desenvolver e aplicar metodologias alternativas de ensino que estejam relacionadas com conceitos químicos e de ciências, assim como promover a educação continuada de alunos e professores e estimular a publicação científica. No Polo São Luís, o seminário ocorreu nos dias 18 e 19 de novembro. Já em Dom Pedro, nos dias 2 e 3 de dezembro. Em São João dos Patos, o evento foi realizado nos dias 9 e 10 de dezembro.

Durante as atividades, foram abordadas técnicas e métodos não convencionais que facilitam a aprendizagem do conteúdo relacionado à Química. O professor e coordenador do curso a distância de Licenciatura em Química do IFMA Campus São Luís – Monte Castelo, Marcelo Moizinho Oliveira, conduziu uma oficina de produção de jogos didáticos para o ensino dessa área da ciência. “Tais metodologias são importantes para ajudar no ensino aprendizagem de tópicos de difícil compreensão pelos alunos, principalmente da rede pública. Elas também permitem aos professores desenvolver materiais didáticos de baixo custo”, explicou o professor. Já o professor José Manuel Rivas Mercury apresentou os principais elementos que compõe um artigo científico e como descrevê-los.

registrado em:
Fim do conteúdo da página