Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Projeto de extensão do IFMA aperfeiçoa bombeiros militares
Início do conteúdo da página Notícias

Projeto de extensão do IFMA aperfeiçoa bombeiros militares

Curso de extensão envolve oficiais e praças da corporação, e terá como foco a proteção contra descargas atmosféricas
  • Augusto do Nascimento
  • publicado 25/01/2018 09h58
  • última modificação 25/01/2018 09h59

Imprimir

Professor Guimarães (à frente) e bombeiros na aula inaugural do projeto sobre proteção de descargas atmosféricas

As descargas elétricas vindas da atmosfera, especialmente em época de chuvas, podem representar um perigo para pessoas, estruturas e instalações. Visando a medidas que reduzam o risco de fenômenos naturais dos raios, que atingem linhas elétricas e tubulações metálicas na terra, o campus do IFMA no bairro Monte Castelo (São Luís) iniciou na terça-feira (23) o curso de Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas (SPDA), projeto de extensão voltado para a capacitação de integrantes do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA).

De acordo com José Raimundo Ferreira Guimarães, coordenador do curso, a iniciativa se destina a profissionais responsáveis pela concepção, manutenção e avaliação de projetos técnicos ligados aos SPDA no âmbito do Corpo de Bombeiros. Com carga horária de 160 horas-aula, o curso reúne 30 militares da corporação e vai se basear principalmente na análise da norma regulamentadora (NBR 5419) que trata sobre medidas de proteção contra descargas atmosféricas, e teve revisão publicada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) em 2015.

A NBR 5419 estabelece requisitos para determinar a proteção contra descargas atmosféricas e fornece subsídios para o uso em projetos nessa área, além de abordar os procedimentos necessários para o gerenciamento de riscos, para a prevenção de danos físicos a estruturas e perigos à vida causados por tensões nas proximidades de um SPDA, assim como para a instalação, inspeção, manutenção e ensaio de sistemas de proteção elétricos e eletrônicos.

Engenheiro elétrico e de segurança do trabalho, o coordenador informou que o projeto de extensão também prevê a discussão de estudos de caso, bem como a troca de experiências em torno da vivência cotidiana dos bombeiros militares, de forma a conhecer as atividades práticas da corporação e buscar a melhoria do serviço prestado à população na proteção contra descargas atmosféricas. Ele ressaltou que os bombeiros têm a atribuição de inspecionar prédios e empreendimentos, a fim de autorizar as instalações de aterramento e o sistema de segurança contra descargas. Professor do Departamento Acadêmico de Desenho (DDE) no Campus Monte Castelo, Guimarães tem experiência com projetos e obras de instalações elétricas prediais e industriais, redes e linhas de distribuição de energia elétrica, instalações telefônicas, de cabeamento estruturado, de alarme, dentre outros.

“Nosso maior propósito é a proteção a vidas humanas, além do patrimônio, o que também é uma preocupação do Corpo de Bombeiros”, disse o engenheiro elétrico Fernando Antônio Carvalho de Lima, titular da Pró-reitoria de Extensão e Relações Institucionais (PROEXT), que esteve presente na aula inaugural do curso de SPDA. Ele destacou que os participantes do projeto também se debruçarão sobre o estudo da norma regulamentadora (NR-10) do Ministério do Trabalho, que trata sobre segurança em instalações e serviços em eletricidade, e teve a alteração mais recente instituída pela Portaria Nº 508/2016. Segundo o pró-reitor, a legislação vigente impõe uma série de exigências sobre a análise periódica de instalações elétricas e medição de aterramento, mas ainda ocorrem acidentes com profissionais que manejam os SPDA, resultando na incapacidade para o trabalho e até em morte.

Fernando Lima informou que os participantes do curso contarão com matrícula no IFMA, permitindo-lhes acessar recursos como a biblioteca, com acervo que inclui as normas técnicas em diferentes áreas, inclusive internacionais. Sobre o projeto de extensão, o gestor manifestou a intenção de estreitar a parceria com o Corpo de Bombeiros em outras iniciativas. Ele considerou a missão de o Instituto transmitir conhecimentos à sociedade, planejando engajar ainda outras instituições como o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-MA), responsável também por ações de inspeção de SPDA.

Participante

A oficial Capitão BM Vanessa, uma das participantes do curso oferecido pelo IFMA, afirmou que a iniciativa vai aprimorar o conhecimento dos bombeiros nas ações de fiscalização do tipo de sistema estudado, contribuindo para a melhoria dos serviços prestados à população, inclusive com orientações para a prevenção de acidentes. Ela considerou a elevada incidência de raios no Maranhão, sendo o principal intuito da corporação identificar a possibilidade de riscos causados por descargas atmosféricas, bem como evitar e corrigir problemas nas instalações elétricas vistoriadas pelos bombeiros.

Fim do conteúdo da página