Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Empreendedorismo: transformando sonhos em metas no IFMA
Início do conteúdo da página Notícias

Empreendedorismo: transformando sonhos em metas no IFMA

Pró-Reitoria de Extensão desenvolve atividades sobre estratégias, microcrédito e mobilidade internacional durante o Universo IFMA
  • Cláudio Moraes
  • publicado 06/09/2018 20h20
  • última modificação 07/09/2018 12h04

Imprimir

Educadora aplica teoria dos jogos para levar estudantes a refletir sobre estratégias do empreendedor

 

Utilizar os jogos para trabalhar estratégia, comportamento empreendedor e comunicação. Essa foi a atividade desenvolvida pela instrutora do Sebrae, Genaice Palavra, durante ação promovida pela Pró-Reitoria de Extensão do IFMA, na tarde de quarta-feira, 05/09, durante a realização do Universo IFMA, no Campus São José de Ribamar.

A adoção de estratégias na escola, em casa e no dia a dia pode ser estimulada de forma lúdica


Na ação, ela utilizou o jogo de damas, a torre de cubos e aplicou o ciclo de aprendizagem vivencial. “A ideia é levar o participante a atrelar o comportamento no jogo com o seu relacionamento no dia a dia”, afirmou Genaice. “O jogador vai refletir se houve planejamento ao mover as peças e se usou a estratégia adequada”, ponderou.


“É importante o jovem entender que para ter conquistas, precisa ter metas”, explicou a instrutora. Ao final da atividade, os participantes “ devem entender o que é comportamento empreendedor e que ele pode ser absorvido com uso de estratégias na escola, em casa e no dia a dia”, finalizou.


Cooperativismo de crédito

O cooperativismo de crédito é uma opção para o microempreendedor concretizar os seus sonhos

 

Maurício Bendelack, gerente de negócios do Sistema de Cooperativa de Crédito Empresarial (SICOOB), também contribuiu com as ações da Pró-Reitoria de Extensão no evento.  “Buscamos despertar o cooperativismo, seja financeiro, institucional, em casa ou na sua comunidade”, afirmou.


Segundo o gestor, para quem pretende empreender, a recomendação é utilizar os serviços de instituições financeiras cooperativistas. “Elas tem foco no bem comum e atendem com taxas mais humanizadas, para que o microempreendedor possa ter o seu lucro”, concluiu.


Para ter acesso ao crédito cooperativista, há necessidade do beneficiário se associar, integralizar o capital e cumprir o prazo mínimo de três meses para requerer 
o empréstimo. O procedimento para a concessão do recurso é igual ao dos bancos: análise de documentos, abertura de conta, análise de crédito e liberação.


Mobilidade internacional

Foco e determinação foram fundamentais para Willy Ernandes Batista realizar o sonho de estudar no exterior

 

“Os sonhos estão aí para serem realizados e você deve correr atrás deles”. Willy Ernandes Batista, 18 anos, estudante do terceiro ano do curso Técnico em Agroindústria do IFMA Campus Barreirinhas, provou a estudantes presentes no Universo IFMA,que a frase não é mero clichê.


“É preciso persistir, se preparar antes, buscar o apoio e trabalhar para o sonho se realizar”, afirmou Willy, durante o relato de sua experiência com a mobilidade internacional, na tarde do dia 05, quarta-feira.


Willy, demonstrou como traçou os seus objetivos para alcançar o sonho: ir estudar nos 
Estados Unidos. Ele participou, durante duas semanas, entre 17 e 30 de junho deste ano, de sessões de seminários e debates na área de Relações Internacionais e Segurança, na Universidade de Yale, terceira instituição de ensino superior mais antiga dos Estados Unidos, fundada em 1701 e situada em New HavenConnecticut.


Ele foi selecionado para participar do programa Young Global Scholars e contemplado com uma bolsa integral para um curso de verão, com jovens de vários países, após análise de três redações, do histórico escolar e das declarações de trabalho voluntário.

Ítalo Santana foi selecionado pelo Programa Futuros Líderes nas Américas


Ítalo Santana, do 8º período do curso de Ciência da Computação do IFMA Campus Caxias, também ressaltou a necessidade de ser traçado um objetivo para ser alcançado.


Ele foi selecionado pelo programa Emerging Leaders in the Americas Program (Programa Futuros Líderes nas Américas), promovido pelo governo canadense. Após ter obtido êxito na avaliação de seus projetos de pesquisa, histórico escolar e publicações, Ítalo, aos 22 anos, enfrentou 17 graus negativos, entre janeiro e maio deste ano, e desenvolveu atividades em programação de computadores, no Sault College, na cidade de Sault Ste. Marie, Ontário.


“Essa experiência só depende do esforço próprio”, afirmou Ítalo. “A gente tem que se esforçar, se juntar com pessoas de confiança e não pode deixar de acreditar em si mesmo”, complementou.


Wiliy, que sempre estudou em escola pública e é fascinado por conhecer novos lugares e culturas, aplicou-se nos estudos, fez trabalho voluntário com crianças numa biblioteca de Barreirinhas e foi autodidata.   “Foi incrível, pois eu sempre sonhei, desde pequeno, em estudar nos Estados Unidos”, disse Willy.


Ele, que começou a estudar inglês sozinho, já traçou uma nova etapa do sonho. “Quero conquistar aprovação no 
Exame Nacional do Ensino Médio e no Scholastic Assesment Test”, afirmou. O exame estadunidense é a aplicado a estudantes do ensino médio e serve de critério para admissão nas universidades norte-americanas. “Quero voltar e estudar Relações Internacionais nos Estados Unidos”, falou de forma determinada.


Para Ítalo, que já concluiu o curso técnico em eletromecânica, a experiência foi um meio de enriquecer o conhecimento em computação e as habilidades do idioma inglês, com contatos com uma cultura e mentalidade diferentes. “Consegui adquirir conhecimentos para desenvolver projetos pessoais, para criação de start ups ou a minha empresa de computação no futuro”, afirmou. “Espero viajar por novos países e iniciar um projeto social para ajudar pessoas que tenham esse mesmo objetivo de conhecer novas culturas”, finalizou.

A partir da esquerda: Helena Sales, coordenadora de parcerias institucionais da Diretoria de Relações Internacionais do IFMA; Michelle Bahury, professora de idiomas do Campus Barreirinhas; e os estudantes que transformam o seu sonho em meta – Wiily Batista (Barreirinhas) e Ítalo Santana (Caxias) – que conquistaram a meta de estudar no exterior


Para Michelle Bahury, professora do Campus Barreirinhas, com mestrado em Letras e Ciência da Educação, Willy é um exemplo para que outros jovens alcancem os seus sonhos. “Tudo indicava que ele não iria para os Estados Unidos”, afirmou. “De baixa renda, não tinha dinheiro, não tinha celular e não tinha computador”, explicou. “Ele conquistou a bolsa, a acomodação, mas faltava passagem internacional, o visto, alimentação e passaporte”, complementou. ‘Conseguimos o auxílio da Reitoria e o campus inteiro abraçou essa proposta de Willy, que sonha ser diplomata”, celebrou.  “Nada é impossível, desde que você se esforce, tenha foco e encontre uma pessoa para te orientar”, concluiu Michele, responsável por apresentar a oportunidade a Willy e dialogar com a Diretoria de Relações Internacionais do IFMA.

Fim do conteúdo da página