Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Instituto é parceiro da SNCT 2018 oficial no Maranhão
Início do conteúdo da página Notícias

Instituto é parceiro da SNCT 2018 oficial no Maranhão

Em estande montado no SEBRAE Multicenter, participantes do evento podem conhecer atividades desenvolvidas pela instituição
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 18/10/2018 12h40
  • última modificação 18/10/2018 12h40

Imprimir
O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) é um dos parceiros oficiais na realização da 15ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2018) no Maranhão, que acontece de 16 a 20 de outubro (terça-feira a sábado), no SEBRAE Multicenter (bairro Cohafuma, em São Luís). Este ano, o tema da Semana, que ocorre em todo o país, é “Ciência para a Redução das Desigualdades”, e a programação maranhense é organizada pela Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia (SECTI).

Com estande montado na 2ª Mostra de Conhecimento e Tecnologia Assistiva, o IFMA é representado pelo Departamento de Direitos Humanos e Inclusão Social (DDHIS), vinculado à Pró-reitoria de Ensino (PROEN). A pedagoga Denilra Mendes destacou a participação de alunos do Campus Monte Castelo, dos cursos de Engenharia Elétrica e Eletrônica, que apresentaram projetos de pesquisa relacionados à detecção de concentração de elemento químico, e à criação uma bengala eletrônica para pessoas surdas e cegas. Ambas iniciativas têm coordenação do engenheiro elétrico Almir Souza e Silva Neto, professor daquela unidade do Instituto, e o projeto da bengala foi apresentado pelo aluno surdo Rafael Reis (Eletrônica).

Durante o evento, o estande do Instituto também promoveu na quarta-feira (17) oficina de Linguagem Brasileira de Sinais (LIBRAS) e orientação e mobilidade, coordenada por Denilra Mendes (DDHIS), que voltará a ser oferecida na sexta-feira. Outra atividade de destaque, hoje (18) à tarde, será o lançamento da dissertação da pedagoga Mozanilde Santos Nunes Cabral, que coordena o Núcleo de Atendimento a Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (NAPNES) no Campus Centro Histórico. O trabalho trata do uso de tecnologias digitais da informação e comunicação no atendimento educacional especializado, a partir das experiências das salas de recursos multifuncionais em escolas da rede pública municipal de São Luís, e foi desenvolvido para obtenção do título de mestrado em Cultura e Sociedade, pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Semana

Realizada desde 2004, sempre no mês de outubro, a SNCT tem coordenação nacional do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTIC), e conta com a colaboração de secretarias estaduais e municipais, agências de fomento, espaços científico-culturais, instituições de ensino e pesquisa, sociedades científicas, escolas, órgãos governamentais, empresas de base tecnológica e entidades da sociedade civil. O objetivo do evento é aproximar a sociedade de temas relacionados à ciência e tecnologia, através de atividades de divulgação científica em todo o País que aprofundem os conhecimentos sobre esses temas. Para isso, propõe-se uma linguagem acessível e o uso de meios inovadores que possam estimular a curiosidade e motivar os participantes a refletir sobre as implicações sociais da Ciência. O tema da SNCT 2018 tem relação com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), em especial no que diz respeito à redução das desigualdades.

 

DICA

 

Teatro acessível e palestra

A instituição Escola de Gente – Comunicação em Inclusão, idealizada pela jornalista Claudia Werneck, trabalha há mais de 20 anos com a formação, cultura e acessibilidade, no Rio de Janeiro. Na quinta-feira, às 18h, haverá a palestra “Acessibilidade: quem cabe no seu todos”, seguida de apresentação (19h) do grupo Os Inclusos e os Sisos – Teatro de Mobilização pela Diversidade, um projeto de arte e transformação social da ONG.

registrado em:
Fim do conteúdo da página