Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Projeto de empoderamento feminino capacita alunas do IFMA
Início do conteúdo da página Notícias

Projeto de empoderamento feminino capacita alunas do IFMA

Escola de Liderança para Meninas vai tratar de temas como igualdade de gênero e protagonismo feminino.
  • Maycon Rangel
  • publicado 13/03/2019 13h00
  • última modificação 13/03/2019 13h17

Participantes da “Escola de Liderança para Meninas” elaboram regras de convivência do projeto

Com o objetivo de promover o fortalecimento das capacidades de liderança das meninas, com foco nos temas de promoção de igualdade de gênero, participação e incidência política, o Instituto Federal do Maranhão (IFMA) e a ONG Plan International deram início às atividades do projeto Escola de Liderança para Meninas. A primeira oficina foi realizada nesta segunda-feira (11) no prédio do Centro de Referência em Tecnologias (Certec), em São Luís, e teve como facilitadoras as educadoras sociais da Plan, Isabela Costa e Luciana Santos.

A Escola de Liderança para Meninas é parte do projeto “Empodera IFMA”, promovido pela Pró-Reitoria de Ensino por meio da Diretoria de Assuntos Estudantis (DAE), e terá a participação de 30 alunas do Instituto, dos campi Centro Histórico, Itapecuru-Mirim, Maracanã, Monte Castelo e Rosário. A primeira fase terá 16 encontros, que vão até dezembro e tratarão de temas como os direitos das meninas, identidades e desigualdades, lutar como uma menina, entre outros. “Além das oficinas temáticas, o projeto trabalha também com visitas institucionais a espaços como a Assembleia Legislativa e o Comando de Polícia, para que as meninas possam vivenciar outros espaços de tomada de decisão”, comenta a educadora social da Plan, Luciana Santos.

De acordo com o Censo de 2010, no Brasil há 30 milhões de meninas, que formam um grupo extenso e diversificado, composto por diferentes identidades raciais, étnicas, de classe, baseadas na crença religiosa, no território, na orientação sexual etc. Nem todas as meninas, sobretudo as de segmentos mais vulneráveis, têm a oportunidade de conhecer seus direitos e desenvolver as habilidades necessárias para participarem e serem líderes nos espaços de tomada de decisão que afetam as suas vidas e a de outras meninas. É nesse sentido que o projeto busca atuar, levando as participantes a construírem uma leitura crítica dos contextos nos quais vivem, reconhecendo desigualdades, discriminações e violências que sofrem e/ou que veem outras meninas sofrendo em vários espaços: dentro de casa, nas suas comunidades, nas escolas e na rua. Além disso, as meninas aprendem sobre seus direitos fundamentais e, principalmente, o seu direito à participação.

“De cara, a gente já debateu coisas que ocorrem no dia a dia, trocamos ideias. É muito bom saber que tem gente que está do nosso lado, que luta pela nossa causa, não é só a gente nas escolas. Esperamos aprender no curso habilidades e conhecimentos para influenciar outras mulheres”, destacou a estudante Jullya Melo, do curso técnico em Manutenção de máquinas industriais, do Campus Centro Histórico. Já Krysna Coelho, estudante do curso técnico em Administração do Campus Rosário, enxerga a Escola de Liderança como uma oportunidade para construir novos aprendizados. “Vou sair daqui mais informada. E essas informações são importantes para que possamos nos empoderar e ter nossa própria voz!”.

Um dos temas do projeto é o apoio às meninas para que elas se percebam como meninas a partir de sua identidade de gênero e geracional. “Na nossa idade, a gente vive uma crise de identidade e, muitas vezes, acaba deixando nossa identidade de lado. Um curso desses mostra o quão importante nós somos como meninas empoderadas”, ressaltou a estudante Luiza Coelho, do curso técnico em Eventos, do Campus Centro Histórico.

 

Saiba mais

Desde 2016, a Plan International realiza o projeto Escola de Liderança para Meninas, que promove o fortalecimento de capacidades das meninas, com foco nos temas de promoção de igualdade de gênero, participação e influência no contexto político.

Em 2019 o projeto acontecerá na grande São Luís (incluindo Paço do Lumiar e São José de Ribamar), em Codó, Timbiras e Peritoró, em Teresina – Piauí e em 2 territórios da cidade de São Paulo – SP.

 

Galeria de fotos

Mais fotos

Fim do conteúdo da página