Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Campus Caxias recebe reunião do Colégio de Dirigentes
Início do conteúdo da página Notícias

Campus Caxias recebe reunião do Colégio de Dirigentes

Gestores trataram da carga horária a distância em cursos de graduação, alterações nas normas de emissão e registro de diplomas e  abertura da fase de coleta de indicadores institucionais.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 26/03/2019 22h17
  • última modificação 27/03/2019 13h27

Na sexta-feira (22), o colegiado de dirigentes do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) realizou, em Caxias, sua 91ª reunião. O Reitor do IFMA, Pró-reitores e Diretores-gerais dos campi trataram de temas transversais à gestão do Instituto. Entre as pautas, a carga horária a distância em cursos de graduação, alterações nas normas de emissão e registro de diplomas e  abertura da fase de coleta de indicadores institucionais para o Planejamento Estratégico do Instituto.

Diretor-geral de Caxias, professor João da Paixão, apresenta sua equipe de gestão ao Coldir.

De forma preliminar às pautas do colegiado, a tradicional apresentação do Campus anfitrião do Coldir foi realizada pelos professores João da Paixão, Diretor-geral, e Raimundo Nonato, Diretor de Desenvolvimento de Ensino. “Caxias é uma unidade com números expressivos. Atendemos aproximadamente 2 mil estudantes em mais de 50 turmas, sendo 37 presenciais. Estamos com 11 cursos técnicos, sete superiores e três pós-graduações em andamento, além de cursos de formação inicial e continuada”, destacou João da Paixão.

(da esq. à dir) Reitor Roberto Brandão, professor João da Paixão e Nadylayne Oliveira.

Ao iniciar as atividades, o presidente do Colegiado, Professor Roberto Brandão, informou que a Corregedoria Institucional necessita de apoio dos campi com a indicação de servidores para composição de banco para participação em Processo Administrativo e Disciplinar (PAD). Segundo o Reitor, apenas 12 servidores se revezam atualmente nas comissões. A Reitoria irá ofertar capacitação aos indicados pelas unidades.

Outro informe do Reitor tratou de comunicado feito pela atual diretoria do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) sobre a Portaria nº 17/2016. A documento estabelece diretrizes gerais para a regulamentação das atividades docentes no âmbito da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Roberto Brandão disse que a nova gestão da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC) ainda está se familiarizando com o tema, e com o resultado do Grupo de Trabalho que foi instituído pelo próprio Ministério para discutir alterações na portaria. “Até a definição do assunto pelo MEC e/ou aprovação de nova resolução do IFMA a partir dos trabalhos do Fórum de Sistematização das Atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão, segue em vigor a Resolução 87”, disse.

O Reitor do IFMA também destacou o início das atividades do Projeto LAPASSION e a realização de Congresso de Educação  do Instituto Euvaldo Lod (IEL).

Carga Horária a Distância

Carolina Nunes foi a responsável por apresentar a pauta da carga horária a distância em cursos presenciais de graduação.

Iniciando as pautas do Colégio, a professora Carolina Nunes, que atua no Centro de Referência Tecnológica do IFMA (Certec), apresentou proposta de discussão sobre a utilização de carga horária a distância nos cursos de graduação do Instituto. A docente explica que, na condição atual da instituição, a legislação permite que até 20% da carga horária dos cursos presenciais ocorra como componente curricular com Ensino a Distância (EAD).  Esse percentual pode ser de até 40%, atendendo a requisitos estabelecidos em Portaria nº 1428/2018 do MEC.

Para a professora, a expectativa é que o assunto avance e possa ser futuramente apresentado como pauta ao Conselho Superior.  “Hoje, todos os cursos ofertados no âmbito de atuação do Certec são integralmente no formato do EAD. Nossa proposta é justamente trazer essa discussão ao colegiado para que, de forma coletiva, possamos compreender possibilidades e a aplicabilidade do que a legislação coloca sobre carga horária a distância em cursos presenciais. É o que chamamos de cursos híbridos, onde o estudante tem parte de sua carga horária presencial e outra parcela sendo mediada em um ambiente virtual de aprendizagem”, disse Carolina Nunes.

Relatório de Gestão da Pesquisa e Inovação

Natilene Brito apresentou os avanços no campo da pesquisa e inovação.

O crescimento das atividades de pesquisa e inovação em 2018 foram apresentados pela titular da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação, professora Natilene Brito.  A gestora destacou o aumento nos grupos de pesquisa, o volume de recursos captados pelos pesquisadores e o salto no número dos depósitos de patentes desde 2014. “Nossos pesquisadores foram responsáveis por injetar no IFMA mais de R$ 3 milhões oriundos de órgãos externos, recurso que viabiliza a estruturação de laboratórios e distribuição de bolsas. Já nas patentes, o Instituto saiu de 04 depósitos em 2014 para 23 no ano de 2018”, disse.

A Pró-reitora também falou da aproximação do Instituto com o setor produtivo. “Já estamos colhendo os resultados do projeto Fábrica de Inovação, uma ação que está ao alcance de todos os campi e que atua forte na busca por parceiros externos, na captação de recursos e de oportunidades. Inauguramos uma sala fixa recentemente, e a meta é lançar ainda este ano um edital para fomentar a implantação deste ambiente físico da fábrica em mais três campi”, disse.

Novas regras para registro e emissão de Diplomas

Paulo Roberto apresentou as novidades quanto ao registro e emissão de diplomas.

As instituições de ensino superior em todo o país passam a observar novas regras para emissão e registro de diplomas de graduação. As alterações foram apresentadas na Portaria n° 1095, emitida em outubro de 2018 pelo do Ministério da Educação. Com as novas regras, as instituições devem publicar no Diário Oficial da União (DOU) e em seus portais eletrônicos informações sobre os diplomas emitidos. A entrada em vigor das normas presentes na Portaria tem início em 25 de abril deste ano.

O assunto foi apresentado ao Colegiado pelo Chefe do Departamento de Educação Superior do IFMA, professor Paulo Roberto.  Ele explica que a iniciativa vai possibilitar maior controle e redução quanto ao risco de fraudes. “O diplomado, ou qualquer outro interessado, uma empresa que irá receber um profissional, por exemplo, poderá conferir a autenticidade daquele diploma a partir de códigos de segurança e rastreamento”, explica.

Outra alteração apresentada na portaria é quanto ao prazo para emissão e registro de diplomas. A partir da colação de grau do egresso, a instituição terá sessenta dias para emissão do diploma. O registro deve ocorrer também em até sessenta dias após o ato da emissão. Hoje, em acordo com a Resolução n° 47/2010, os diplomas têm prazo máximo de 40 dias úteis para as fases de emissão e registro no IFMA.

Também esteve em pauta a aplicação da Portaria  n° 554/2019, que trata do uso do formato digital para registro e emissão dos Diplomas. Desta forma, o IFMA e as demais instituições de ensino superior têm prazo de 24 meses contados da publicação da portaria para se adequar às novas regras.  A PROEN vai emitir aos campi às instruções necessárias aos novos trâmites institucionais.

Catálogo de Projetos de Ensino

Pró-Reitora de Ensino, professora Ximena Paula Nunes Bandeira Maia, em apresentação do projeto Catálogos de Ensino.

Mais recente Projeto Estratégico do IFMA, o Catálogo de Projetos de Ensino foi apresentado pela Pró-Reitora de Ensino, professora  Ximena Paula Nunes Bandeira Maia da Silva. Ela explicou que o objetivo do projeto é fomentar e valorizar a elaboração e realização de ações que contribuam na melhoria do ensino nos cursos técnicos e superiores do IFMA. “O catálogo ficará disponível no portal da instituição e será integrado pelos projetos de ensino aprovados e desenvolvidos com sucesso em nossos campi. A ideia é multiplicar na instituição as experiências inovadoras em prática pedagógica”, disse.

A professora finaliza informando que em breve deverá ser lançado edital para selecionar as boas práticas já executadas nos campi para o Catálogo de Projetos de Ensino. “Encaminhamos às unidades uma Nota Orientativa sobre o projeto. Nossa meta é que este catálogo seja finalizado em março de 2020”, disse.

Coleta de Indicadores Institucionais

Carlos César Teixeira falou da gestão da estratégia do IFMA.

O Pró-Reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, professor Carlos César Teixeira, ressaltou que está aberto o período para levantamento dos indicadores institucionais referente ao exercício de 2018. “Trata-se de ação de gestão da estratégia do IFMA. O questionário está aberto no SUAP e o prazo está prorrogado até o dia 29 de março em razão do atraso na abertura da Plataforma Nilo Peçanha, que apresenta dados oficiais do governo. Esses dados serão analisados em nossa próxima Reunião de Avaliação da Estratégia, a RAE”.

Atualização sobre Concurso Público

Valéria Martins prestou informes da gestão de pessoas. Concurso e novas nomeações foram pauta.

Valéria Martins, Diretora de Gestão de Pessoas do IFMA, informou aos dirigentes sobre as próximas etapas dos concursos em andamento para servidores efetivos no IFMA. No certame para docentes, a previsão é que o resultado final após a fase de recursal seja publicado em 29 de março, com a homologação no DOU ocorrendo na primeira semana do mês de abril. Já sobre o concurso para técnico-administrativo em administração, que teve resultado homologado, as nomeações já tiveram início e seguirão ocorrendo no próximo mês.

Fim do conteúdo da página