Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > IFMA empossa novos servidores em sete campi
Início do conteúdo da página Notícias

IFMA empossa novos servidores em sete campi

Maranhenses, piauienses, cearenses e um paraense passam a integrar a instituição
  • Cláudio Moraes
  • publicado 21/06/2019 09h50
  • última modificação 21/06/2019 09h50

Imprimir

“Meu coração tá batendo, como quem diz não tem jeito, zabumba, bumba esquisito, batendo dentro do peito….!”

O grande encontro dos corações maranhenses com a arte pernambucana de Alceu, na praça Maria Aragão, em São Luís, só iria acontecer a partir das 23 horas de quarta, 19 de  junho.

Mas sete corações, entre piauienses, maranhenses, cearenses e um paraense, já estavam, literalmente, “recompondo a paisagem (…) no desmantelo da tarde”. Precisamente às 15 horas, na sala de reuniões do Centro de Formação de Servidores do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), com a mala arrumada, eles vivenciavam a poesia pernambucana, com o recomeço de suas vidas, fazendo versos e projetando desejos.

A bióloga Carmen Rocha, por exemplo, estava na República Tcheca, quando recebeu a convocação do IFMA para tomar posse no cargo de técnico em Laboratório no Campus São Luís Centro Histórico. “Eu chorei na hora”, lembrou a doutoranda da Universidade Federal do Rio Grande. “Esse era o meu grande desejo: um cargo público”, afirmou. Desde janeiro ela cursava o doutorado sanduíche na Masarik University, a segunda maior do país europeu sediada em Brno.  Graduada pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), ela pesquisa o efeito toxicológico dos poluentes do ar em células humanas. “O Maranhão me chamou de volta”, celebrou.

 

 

 

 

O paraense Claudomir Carvalho Júnior trocou o serviço militar na área de análise de sistemas para atuar como professor da área de informática no IFMA Campus Pinheiro. O doutor em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Pará (UFPA) traz na bagagem 6 anos de experiência profissional na Base Espacial de Alcântara. “Estou muito feliz por ter obtido essa benção”, afirmou ao lado da futura esposa.

 

Gustavo Franco, piauiense, ex-estudante do Instituto Federal do Piauí (IFPI), vai assumir o cargo de técnico de laboratório na área de Informática no Campus Buriticupu.

Luís Alex de Miranda é maranhense de Fortaleza dos Nogueiras. Ex-estudante do IFMA São Raimundo das Mangabeiras, vai exercer o cargo de técnico em Agropecuária no Campus Viana.

 

 

 

 

 

 

Sonayra da Silva é piauiense de Floriano e irá atuar como técnica em Enfermagem no Campus São João dos Patos.

 

 

O cearense Francisco de Oliveira, doutorando em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e ex- professor substituto do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), vai atuar na área de Letras/Português no Campus Pedreiras.

 

 

 

E o também cearense Brenno Coelho, mestre em Engenharia Eletrica pela University of Pittsburgh, vai ingressar no quadro de professores de Engenharia Elétrica/Eletrônica do Campus Monte Castelo.

A palavra dos dirigentes

“Vocês vão transformar vidas”, assinalou o reitor do IFMA Roberto Brandão dirigindo-se aos empossados. “Estamos atingindo 77 municípios no estado em regiões nunca antes alcançadas pela educação profissional federal”, explicou.

“É um reforço qualitativo e a certeza de que vamos continuar com o trabalho educacional de qualidade”, afirmou Agenor Almeida Filho, diretor executivo do IFMA. “É um momento solene para a instituição, com a certeza de que estamos no caminho certo”, prosseguiu.

“Esse momento é muito importante”, pontuou Washington Conceição, pró-reitor de Administração do IFMA.  “Temos certeza de que vocês terão êxito nas suas funções”, vaticinou.

 

“Cada posse é uma vitória para o IFMA nesse momento atual em que se vivencia”, disse Valéria Martins, diretora de Gestão de Pessoas. “Temos uma missão muito importante que é a educação profissional”, recomendou.

 

Antes da solenidade, os novos servidores receberam orientações da chefe do departamento de Capacitação e Qualificação Regina Azevedo; do corregedor Valdir Mariano de Souza, e das representantes da Comissão Permanente de Pessoal Docente, Samantha Rodrigues, e da Comissão de Ética, Renata Trovão.

Agora, os novos empossados devem entrar em exercício nos próximos dias e levar a instituição ao contingente de 3.300 servidores.

E a comunidade maranhense espera ao som do agreste: “Tu vens, tu vens, eu já escuto os teus sinais…”

registrado em:
Fim do conteúdo da página