Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Notícias (Destaque Foto Grande) > Sabores do Maracanã entram na mistura do Festival Mercado das Tulhas, a partir de segunda (26)
Início do conteúdo da página Notícias

Sabores do Maracanã entram na mistura do Festival Mercado das Tulhas, a partir de segunda (26)

  • Romulo Gomes
  • publicado 23/08/2019 14h19
  • última modificação 23/08/2019 15h38
Imprimir

Uma entrada feita com chip de batata doce, jabiraca e vinagreira, criada por alunos do Curso de Cozinha, do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) – Campus Maracanã, deu boas-vindas aos convidados para a noite de lançamento da terceira edição do Festival Mercado das Tulhas: da semente ao sorriso, na quarta-feira (14). A receita dos estudantes compôs o menu assinado por outros 14 chefs. Esse contato com profissionais renomados da gastronomia vai se repetir durante o festival, que acontecerá de segunda (26) a quarta (28), no Grand São Luís Hotel, com inscrição gratuita.

No evento gastronômico, serão preparados três pratos com base nas descobertas do projeto “Sabores e Memórias”, coordenado pela professora Graziela Suzuki. Os estudantes foram estimulados a identificar sabores maranhenses em suas memórias. Desse exercício surgiu o prato “Terra, Mangue, Maranhão”, com creme de sururu, acompanhado de sururu crocante, que será levado pelas alunas Edna Silva, Kesia Fernanda Brito e Walda Lúcia Gonçalves.

A equipe de Laurência Melônio, Rosilene Silva e Rosário Sousa selecionou a receita de Tortilha de farinha de puba. Já os estudantes Anderson Campus, Ana Célia Brito, Lucas Carvalho e Miércio Rodrigues vão se juntar ao chef Danilo Dias, para fazer o “Ééééguas”, prato que mistura frango caipira, jerimum e flores de abóbora, ao molho e acerola picante.

Além dos estudantes, professores do Campus Maracanã também demonstram suas habilidades culinárias. A professora Izabel Funo, acompanhada do chef Fabio Espinosa, vai preparar um prato com “Sementes de Bivalves”. O professor Cutrim Júnior e o chef Joaquim Costa ajudarão o Compadre João a preparar o “Cabrito e Babaçu”. O animal foi criado no Setor de Ovinos e Caprinos do campus.

A professora Izabel Funo retornará para outra atividade sobre “Ostras e Gyosas nas Pedras”, acompanhada de Fabio Espinosa e Odoriel Gusmão Pereira.  No espaço Banquete de Palavras, a professora Antônia Macedo apresentará o resultado de suas pesquisas com o mesocarpo do babaçu. Você pode acessar aqui a Programação completa.

Mercado das Tulhas

O Festival Mercado das Tulhas é promovido pela Associação Maranhense de Artesãos Culinários (AMAC), com o intuito de unir a troca de conhecimento, a apresentação de deliciosos pratos, doces e salgados, bebidas e produtos, tudo a partir da culinária regional do Maranhão. Na edição deste ano, participarão mais de 40 chefs brasileiros, com referência mundial.

A programação será distribuída em cinco espaços no Grand São Luís Hotel: Banquete de Palavras (espaço em que acontecerão palestras temáticas e minicursos, abordando desde o comportamento até empreendedorismo); Minha Feira (Mercado das Tulhas, ponto de encontro entre chefs, público do festival e frequentadores habituais para uma vivência da cultura gastronômica do local); A Cozinha (frutas, verduras, legumes, ingredientes locais e vários tipos de carnes se transformarão em verdadeiros banquetes salgados de sabores inusitados, com toque regional, a partir da releitura dos chefs e professores da culinária); A Confeitaria (os amantes do doce e da massa vão conhecer as tentações do prazer gastronômico por meio de combinações inovadoras e irresistíveis); No Balcão do Bar (para apreciadores de bebidas alcoólicas à base de produtos da terra e artesanais).

O Água na Brasa funcionará na área do parque e churrasqueira, com exploração do peixe, porco, bivalves, aves, defumados e legumes, com técnicas culinárias variadas, misturando ar, terra, fogo e água, respeitando os elementos e a procedência dos ingredientes.

O festival também dedica atenção ao mercado que lhe dá nome. “Por meio de palestras de boas práticas, em parceria com o Senac, levamos os feirantes aos nossos restaurantes para orientar quanto ao uso integral dos alimentos, como em relação à casca de camarão, antes jogada fora, que pode se transformar em caldo de cabeça de camarão. Isso vai melhorar a renda e qualidade de vida deles, agregar  valor ao negócio”, destacou o coordenador da AMAC e do Festival, o chef Júnior Ayoub.

Inscrições aqui

Fim do conteúdo da página