Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > IFMA Campus Centro Histórico mobiliza 200 pessoas para ações do Dia Mundial da Limpeza
Início do conteúdo da página Notícias

IFMA Campus Centro Histórico mobiliza 200 pessoas para ações do Dia Mundial da Limpeza

O dia do clean Up The World  é 21/9, mas atividades em São Luís acontecem no domingo (22), na Praia da Ponta D’Areia
  • Assessoria de Comunicação com informações do campus
  • publicado 20/09/2019 17h21
  • última modificação 20/09/2019 17h27

Imprimir

Mais de duzentas pessoas entre servidores, estudantes e seus familiares estão mobilizadas para as ações do Dia Mundial da Limpeza (o clean Up The World) que vai acontecer no domingo (22), a partir das 8 horas, na Praia da Ponta D’Areia, na capital maranhense.  As ações do IFMA Campus Centro Histórico estão sendo executadas por meio de projeto de Extensão e tem parceria com a Prefeitura de São Luís e participação de trinta instituições do Estado.

O objetivo da ação é fazer o recolhimento de resíduos encontrados na orla marítima da cidade, especialmente no trecho que abrange a praia da Ponta D’Areia em direção ao Espigão. A escolha da área de praia foi feita para chamar a atenção para os problemas que esses resíduos podem causar a vida de diferentes espécies e, também, por ocasionar danos à saúde pública.

Segundo a coordenadora do projeto de Extensão “Dia Mundial da Limpeza”, do Campus Centro Histórico, professora Patrícia Brito, a ideia é “sensibilizar a população a respeito da poluição das praias e da cidade e compreender como isso impacta a saúde e a qualidade de vida das pessoas e a conservação da biodiversidade.”  Ela ressalta que as atividades ligadas ao Dia Mundial da Limpeza que ocorrerão em São Luís não são isoladas. Elas integram uma série de eventos e ações que acontecerão em mais de cento e vinte países e que no Brasil vão ocorrer em mil e duzentas cidades.

Na programação de São Luís constam a limpeza da praia da Ponta D’Areia pela manhã e atividades culturais e educativas à tarde que serão realizadas também no mesmo local. Quem tiver interesse em participar do Dia Mundial da Limpeza, a professora Patrícia Brito, explica que basta se inscrever no site através do link: http://iniciativa.limpabrasil.org/dia-mundial-da-limpeza, vestir camiseta branca, levar garrafinha com água para beber durante o percurso, protetor solar e ter disposição para ajudar a limpar a cidade.  A inscrição e participação nas atividades garantem certificação.

 

Alguns integrantes da equipe do Projeto Dia Mundial da Limpeza

A estudante do curso Médio Integrado de Meio Ambiente, Raíssa Suelen Amorim, registra que participar das atividades do projeto de Extensão do Dia Mundial da Limpeza tem sido essencial para sua aprendizagem e crescimento profissional. “A ação do Dia Mundial da Limpeza vai além de apenas coletar o lixo, é sobre incentivar as pessoas a lutar por um planeta mais limpo, retardando o agravamento dos efeitos do aquecimento global na vida humana”, destacou a aluna.

A opinião é compartilhada também pela aluna Crislene Santos, do curso Médio Integrado de Meio Ambiente. Ela ressalta que a ação trará grande experiência profissional, especialmente para os estudantes do eixo de Meio Ambiente, pois estão desenvolvendo atividades de sensibilização ambiental com um fluxo maior de pessoas e com apoio de órgãos municipais. “Estamos tendo a oportunidade de colocar em prática todo o aprendizado que recebemos em nosso curso”, enfatizou.

Para a professora Ana Patrícia Choairy, participante do projeto, durante todo o processo de organização das atividades a equipe tem compartilhado experiências e informações com diferentes grupos, não só sobre a necessidade da limpeza, mas sobre a valorização de todas as espécies. “O Dia Mundial da Limpeza e as ações referentes a ele são uma oportunidade de nos lembrar que precisamos fazer a nossa parte em direção a uma mudança comportamental que assegure a sustentabilidade do planeta”, finalizou.

Fim do conteúdo da página