Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > IFMA conquista primeiro curso de doutorado da instituição
Início do conteúdo da página Notícias

IFMA conquista primeiro curso de doutorado da instituição

O doutorado do IFMA será o segundo no Nordeste e o 13º da rede federal da educação profissional, científica e tecnológica
  • Cláudio Moraes
  • publicado 26/12/2019 17h49
  • última modificação 26/12/2019 17h52

Imprimir

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) autorizou a oferta do primeiro curso de doutorado do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), em sessão realizada entre os dias 11 e 13 de deste mês e divulgada no dia 19.

A formação da primeira turma do curso de doutorado em Química está prevista para o segundo semestre, de acordo com a chefa do Departamento de Pós-graduação do IFMA, Lúcia Guedo.  “Desde o início da gestão temos trabalhado para que os nossos programas cresçam e conquistemos os cursos de doutorado”, afirmou.

“Recebemos a aprovação com muita alegria e satisfação”, pontuou a pró-reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do IFMA, Natilene Brito. “É o resultado de trabalho e incentivo à pesquisa que o reitor Roberto Brandão tem feito desde o início de sua gestão”, avaliou. “Ele sempre incentivou com apoio financeiro e isso resultou nessa aprovação”, ressaltou.

“É o resultado de um trabalho de sete anos investindo na pesquisa e na inovação para que os professores tivessem condições de desenvolver os seus projetos”, assinalou a pró-reitora. “É a demonstração do amadurecimento e do crescimento das pesquisas do IFMA”, finalizou.

O mestrado em Química do IFMA foi aprovado no final do ano de 2015 pela Capes. Agora, o doutorado será desenvolvido em parceria com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

“Haverá um edital específico do IFMA, com diplomação pelo IFMA, mas serão utilizados o corpo docente e laboratórios de ambas as instituições”, explicou Lúcia Guedo. “É uma tendência o crescimento das parceiras”, observou.

Segundo doutorado no Nordeste da Rede

O doutorado do IFMA será o segundo do Nordeste a ser ofertado pela Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. O primeiro da região é do Rio Grande do Norte (IFRN) que oferta o doutorado em Educação Profissional.

Confira os demais programas:

Instituto Federal do Amazonas (IFAM): Ensino Tecnológico

Instituto Federal Goiano (IF Goiano): Ciências Agrárias

Instituto Federal do Espírito Santo (IFES): Educação em Ciências e Matemática

Instituto Federal Fluminense (IFF): Modelagem e Tecnologia para o Meio Ambiente Aplicadas em Recursos Hídricos

Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ): Ensino de Ciências  e Bioquímica e Biologia Molecular

CEFET RJ: Instrumentação e Óptica Aplicada e Ciência, Tecnologia e Educação.

CEFET MG: Estudos de Linguagens; Modelagem Matemática e Computacional e Engenharia Civil.

 

O Conselho Técnico-Científico da Educação Superior é o órgão da CAPES responsável pela análise das propostas de cursos novos. Este ano a Coordenação reuniu o Conselho em nove ocasiões, recebeu cerca de 700 propostas e finalizou a análise das APCN enviadas em 2017 e 2018.

 

O IFMA já lançou edital para seleção de propostas de cursos de mestrado a serem recomendados à CAPES pela Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (PRPGI) em 2020. As inscrições devem ser enviadas para a PRPGI via memorando entre 2 de janeiro a 17 de fevereiro de 2020.

 

 

 

 

 

 

 

 

registrado em:
Assunto(s): Capes , Doutorado , Química
Fim do conteúdo da página