Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > MedioTec: estudantes apresentam projetos em encerramento de curso de Informática
Início do conteúdo da página Notícias

MedioTec: estudantes apresentam projetos em encerramento de curso de Informática

Estudantes de Aldeias Altas, Caxias e Senador Alexandre Costa apresentaram sistemas funcionais aplicados a problemas reais. 
  • Assessoria de Comunicação com informações do campus
  • publicado 28/01/2020 16h44
  • última modificação 28/01/2020 17h15

Imprimir

Uma livraria virtual gratuita, um supermercado on line e uma plataforma com dicas de saúde. Esses são alguns dos projetos apresentados por estudantes no encerramento do curso técnico em Informática do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Caxias, ofertado no âmbito do MedioTec nos Polos de Aldeias Altas, Caxias e Senador Alexandre Costa.

 

A atividade integrou a disciplina “Projeto Integrador” e foi realizada no último sábado (25), sob a coordenação do professor Josenilson Dias Araújo. A disciplina teve por objetivo capacitar o estudante para elaboração de projetos de pesquisa, compreendendo suas etapas, normas, desenvolvimento e implementação de sistemas e aplicações para a resolução de problemas. Ao final, os estudantes apresentaram um sistema funcional aplicado a um problema real.

 

“É com muita satisfação que recebemos a informação sobre a conclusão do curso, o que só vem confirmar o êxito da execução do MedioTec em Caxias e seus polos”, pontuou o coordenador geral do Bolsa Formação, do Centro de Referência em Tecnologias do IFMA, Guilherme Cerqueira. ”Essa formação vai provocar uma mudança de realidade desses jovens e de suas famílias, com um grande impacto social na região, pois o IFMA propiciou as condições para que eles conquistem trabalho, renda e sustentabilidade”, ressaltou.

 

No IFMA Campus Caxias, a atividade ocorreu no turno da manhã e reuniu estudantes dos Polos Caxias e Senador Alexandre Costa.

 

Livraria Virtual

A equipe do estudante Antonio Carlos Rodrigues Santos propôs uma livraria virtual que disponibiliza de forma gratuita exemplares de livros. “A ideia partiu de uma integrante do grupo que gosta muito de ler. Com a ideia, realizamos várias reuniões e decidimos criar a biblioteca virtual que oferece livros em formato PDF de forma gratuita”, explicou Antonio Carlos Santos.

Para construir o sistema, Antonio Carlos conta que utilizou métodos, técnicas e ferramentas para a criação de sistemas, com foco na interface web através de HTML (Hypertext Markup Language, ou em português Linguagem de Marcação de Hipertexto), uma linguagem para desenvolver websites. “Para tanto, o que aprendemos nas disciplinas Web Back End e Web Font End foram essenciais”, afirmou o aluno. “Nossa intenção com o projeto foi dar oportunidade de acesso para aquelas pessoas que não têm condições de comprar o livro físico”, destacou Antonio Carlos Santos.

 

Supermercado on line

 

A partir de um estudo sobre a realidade de Senador Alexandre Costa, município onde reside, o aluno João Victor Muniz Santos e sua equipe apresentaram um supermercado virtual. “Muitas pessoas não gostam de fazer compras no supermercado. Então, desenvolvemos um site no qual a pessoa faz o cadastro, cria a sua lista de compras e envia ao supermercado. O supermercado, ao receber a demanda, faz a entrega na residência da pessoa”, explica João Victor Santos.

 

Após a oferta da disciplina Projeto Integrador, os estudantes aguardam a solenidade de certificação, prevista para 18 de fevereiro, para poder atuar no mercado de trabalho e colocar em prática os conhecimentos adquiridos no curso. “Me sinto preparado para atuar como técnico em Informática. Pretendo montar um negócio e atuar sozinho ou com meus colegas, desenvolvendo sites, aplicativos e realizando manutenções em computadores, pois há uma necessidade aqui em Senador”, afirmou João Victor Santos. E prosseguiu: “meu plano é dar continuidade na área de tecnologia e informação, cursando Análise de Sistemas ou Ciência da Computação no IFMA Campus Caxias”, revelou João Victor.

À tarde, as atividades ocorreram no Polo Aldeias Altas. Mostrando uma visão da conexão entre as diversas disciplinas técnicas oferecidas no curso, os estudantes também apresentaram sistemas aplicados ao município.

Plataforma de Saúde

A aluna Ydnas Mayara da Silva Carneiro apresentou um projeto sobre hábitos saudáveis com dicas de saúde. “A princípio, tínhamos uma ideia mais ampla e complexa para colocar em prática, em um projeto totalmente diferente. Mas, assistindo algumas notícias sobre as altas taxas de obesidade entre adultos e crianças, resolvemos deixar a primeira opção para uma outra oportunidade e focamos nesta em prol da saúde da sociedade”, disse a aluna, afirmando que pretende seguir com o projeto.

“Queremos ampliar com algumas plataformas de categorias de acordo com a dúvida do visitante. Futuramente, pretendo desenvolver alguns projetos apresentados referentes ao curso e pôr em prática tudo o que foi visto”, disse. Para desenvolver os sistemas, os alunos utilizaram os conceitos e ferramentas previamente vistos nas disciplinas do curso. “No nosso caso, utilizamos a disciplina Projeto de Sistemas, ministrada pela professora Evelyn Karinne, para nos dar a base do que seria feito, e também a disciplina Programação Web Front-End, ministrada pelo professor José Jeovane, com conteúdos de HTML, entre outros”, destacou Ydnas Mayara Carneiro.

Para desenvolver as atividades, os alunos contaram com o apoio dos professores mediadores. O grupo liderado pelo aluno João Allephy Gomes do Carmo contou com o apoio do mediador Carlos Alberto de Jesus Fernandes. “Ele nos ajudou muito, inclusive na escolha da proposta”, reconheceu João Allephy Carmo. “Em nosso projeto, buscamos apresentar alimentos saudáveis, que em geral, são considerados não muito saudáveis”, disse.

“Buscamos mostrar receitas de alguns alimentos que em geral prejudicam um pouco a saúde, como o pastel. Na receita disponibilizada na plataforma, ele é feito com uma massa totalmente saudável de maneira que se contraponha aos pastéis comuns”, esclareceu João Allephy do Carmo.

Durante todo o dia, as atividades foram acompanhadas pelo coordenador adjunto local do Pronatec e diretor de Desenvolvimento Educacional em exercício, Luis Morais da Silva. Em sua avaliação, os trabalhos apresentados mostram que os estudantes estão aptos para atuação.

“A proposta de ofertar cursos no município onde o aluno reside é fazer com ele possa contribuir para a elevação da qualidade dos serviços prestados à sociedade local, através de um processo de apropriação e de produção de conhecimentos científicos e tecnológicos, capaz de impulsionar também a formação humana e o desenvolvimento econômico da região como um todo”, frisou Luís Morais.

 

O coordenador cita que um dos objetivos do curso é formar profissionais com visão empreendedora e com capacidade de autonomia para gerenciar sua própria empresa ou as já existentes, independente do porte. “Para isso, é importante que eles entendam a demanda do mercado local e regional.

Daqui há algumas semanas, vamos entregar a Aldeias Altas, Caxias, Senador Alexandre Costa e toda Região dos Cocais profissionais aptos a usarem, desenvolver e implementar sistemas computacionais, voltados ao ambiente da Internet, com vistas a  maximizar a eficiência do trabalho nas organizações”, concluiu.

 

Sobre o MedioTec

O curso de Informática foi ofertado no âmbito do  MedioTec,  ação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), do Ministério da Educação (MEC). A iniciativa ofertou cursos de educação profissional técnica de nível médio na forma concomitante para os alunos das rede pública estadual de educação, matriculados no Ensino Médio regular. As vagas foram custeadas pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC), por meio da Bolsa Formação.

Dentre seus objetivos, a ação tem a missão de garantir que o estudante do Ensino Médio, após concluir essa etapa de ensino, esteja apto a se inserir no mundo do trabalho e renda.

Em 2017, o IFMA iniciou a oferta de 4.500 vagas em  28 cursos técnicos a distância por meio de 14 campi. O Campus Caxias ofertou, em parceria com o Centro de Referência Tecnológica (Certec), os cursos técnicos em Eventos  e Informática, nos Polos Aldeias Altas, Caxias e Senador Alexandre Costa.

registrado em:
Fim do conteúdo da página