Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Semana Fashion Revolution 2020 vai abordar moda ética e sustentável
Início do conteúdo da página Notícias

Semana Fashion Revolution 2020 vai abordar moda ética e sustentável

IFMA vai participar do movimento com aula online sobre tecidos e seus impactos, no dia 22, às 18h.
  • Assessoria de Comunicação, com informações do campus
  • publicado 20/04/2020 11h03
  • última modificação 20/04/2020 11h03

Imprimir
Desde 2018, o Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus São Luís – Centro Histórico participa, pelo viés educacional, do Fashion Revolution, um movimento mundial em prol de uma indústria da moda que respeite e valorize a natureza e a vida de todos que fazem parte da sua cadeia produtiva. Seguindo a determinação do Ministério da Saúde e do Governo do Estado do Maranhão, para conter a disseminação do Covid-19, o Fashion Revolution não irá realizar nenhuma atividade presencial e acontecerá em um formato totalmente digital.

Neste ano, a atividade do campus será uma aula revolucionária no formato de live sobre tecidos e seus impactos pelo viés da Química. A live acontecerá na quarta-feira (22), às 18h, pelo Instagram do professor de Química do Campus Centro Histórico, Alexssan Moura. O tema se relaciona com um dos objetivos da semana, que é buscar a transparência no setor da moda; por isso é importante saber do que são feitas nossas roupas.

A campanha de 2020 da Semana Fashion Revolution aborda quatro temas: consumo, composição, condições de trabalho e ações coletivas. Esses temas, que aprofundam a narrativa do movimento, nunca se mostraram tão importantes quanto nesse momento de desafios que a pandemia está nos submetendo. Mais do que nunca, precisamos questionar o modelo de consumo no qual a sociedade como um todo está imersa, e quais os impactos que a cultura da descartabilidade têm sobre trabalhadores e o meio ambiente. Mais do que nunca precisamos nos interessar sobre a composição das roupas, e o que isso representa na rotina de todos os trabalhadores que manuseiam químicos diariamente, impactando na sua saúde, e também na saúde do solo e das águas.

Assim, o IFMA, que dentro do leque de profissionais que forma possui o curso técnico em Vestuário se alia por meio de projeto de extensão a iniciativas que acreditam na educação para despertar para mudanças sistêmicas e necessárias para a sustentabilidade do nosso planeta. O Campus Centro Histórico tem como docente embaixadora a professora Nayara Chaves, que também é representante do movimento Fashion Revolution em São Luís. Segundo ela “essa é uma oportunidade para problematizar junto à comunidade o uso indiscriminado de produtos de moda, educando os envolvidos para um consumo consciente e levando-os a saberem quem fez suas roupas”.

A programação completa de todo o país pode ser acessada pelo hotsite Semana Fashion Revolution e nas redes sociais @fash_rev_brasil. Faça parte da revolução. Seja curioso. Descubra. Faça algo!

 

#QuemFezMinhasRoupas

A Semana Fashion Revolution 2020 será realizada entre os dias 20 e 26 de abril e convida todos a questionar #QuemFezMinhasRoupas, e demandar que as marcas de moda protejam e deem suporte para os trabalhadores de sua cadeia de produção. A programação, que acontece simultaneamente em mais de 100 países, será totalmente digital e irá promover o debate sobre como podemos revolucionar a história da moda rumo a um setor mais transparente, ético e limpo.

No perfil do Instagram do Fashion Revolution Brasil (@fash_rev_brasil), mais de 60 parceiros irão contribuir para o debate. São eles pesquisadores, educadores, trabalhadores da cadeia produtiva, criativos, agências de tendências, ONGs, imigrantes, políticos, ambientalistas e cooperativas de periferias. A programação contará com lives, que acontecerão diariamente, de 20 a 26 de abril, no Instagram do Fashion Revolution Brasil e em outros perfis e plataformas. A live de abertura será nesta segunda-feira (26), às 19h, sobre o tema “Futuro do consumo”, com a participação do presidente do Instituto Akatu, Helio Mattar, e mediação da diretora executiva do Fashion Revolution Brasil, Fernanda Simon.

Fim do conteúdo da página