Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Iniciado o processo de transição no IFMA
Início do conteúdo da página Notícias

Iniciado o processo de transição no IFMA

  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 06/11/2020 09h31
  • última modificação 06/11/2020 09h32

Imprimir

Comissão de transição é composta por Pró-Reitores da atual gestão e servidores indicados pelo Reitor Eleito.

Os trabalhos para a transição de gestão no Instituto Federal do Maranhão (IFMA) tiveram início de forma oficial nesta quarta-feira, 04, em reunião realizada com a presença do Reitor Pró-Tempore, professor Roberto Brandão; do Reitor Eleito, professor Carlos Cesar Teixeira; além de servidores que integram a atual e o futuro corpo gestor do Instituto. A Publicação da Portaria IFMA 5.106/2020 oficializou a iniciativa e determinou diretrizes para o desenvolvimento das atividades de transição de gestão no âmbito da Reitoria e dos campi onde ocorrerá mudança na Direção Geral.

Acesse aqui a Portaria IFMA nº 5.106 e conheça os integrantes da Comissão de Transição

Com a publicação do ato, todos os campi que realizaram processo eleitoral possuem prazo para edição de suas portarias específicas até esta sexta-feira, 06. O documento destaca que a ação se pauta nos princípios da continuidade administrativa, transparência, probidade e da supremacia do interesse público. Os trabalhos das comissões de transição devem ser finalizados em até 15 dias após a data de oficialização destas.

Na abertura do primeiro encontro, Roberto Brandão destacou a importância da transição diante de um ano com um com forte impacto da Pandemia de Covid-19 nas atividades acadêmicas e administrativas. “A Pandemia, esse novo normal e uma dinâmica de uma menor dotação orçamentária só demonstra o quanto é necessário o planejamento das ações. O trabalho das equipes que integram a transição permitirá que seja avaliado o que está sendo positivo e também os pontos onde há necessidade de ajustes e mudanças. Tenho conversado com o professor Carlos Cesar e vejo que há muitos bons projetos em construção”.

Roberto Brandão também falou sobre o andamento do processos de nomeação do Reitor Eleito, professor Carlos Cesar. “A equipe atual e a futura gestão têm mantido contato com o Ministério da Educação, no sentido de acompanhar o andamento do processo de nomeação do professor Carlos Cesar. O processo já tramitou pela Assessoria Técnica, Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica, Corregedoria e também pela Procuradoria Jurídica do MEC. A próxima etapa é a tramitação do processo na Casa Civil publicação do decreto de nomeação”, disse.

Os trabalhos da equipe de transição estão sendo presididos pelo professor Carlos Cesar Teixeira, atual Pró-Reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional e Reitor Eleito do IFMA.  Ela destaca o caráter singular do momento. “É de fato um grande momento na vida institucional e nossa expectativa é que o mesmo trabalho seja desenvolvido nos campi. Estamos em um primeiro momento discutindo a estrutura e vamos também na linha de uma agenda de diálogo interno com as equipes de cada uma das cinco pastas que integram a macrogestão do IFMA”, explicou o gestor.

Eleições IFMA

A eleição para escolha do novo Reitor do IFMA foi realizada no dia 12 de agosto e teve a participação de 13.606 eleitores, entre estudantes (10.597), docentes (1.641) e técnicos administrativos (1.368). O professor Carlos Cesar Teixeira foi eleito com aproximadamente 42% dos votos.

Ainda em agosto, no dia 21, ocorreu a homologação do processo eleitoral na 56ª Reunião Ordinária do Conselho Superior (Consup) do IFMA. Já no dia 25 do mesmo mês o processo em sua versão física, num total de 41 volumes, e também digital foi protocolado junto ao Ministério da Educação.

Para ser efetivamente reitor do IFMA o candidato eleito precisa ser nomeado pelo presidente da República. A expectativa é que nos próximos dias o processo seja concluído na Casa Civil e ocorra a publicação do Decreto de Nomeação do Reitor Eleito, com posterior agendamento da posse.

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página