Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Instituição canadense publica entrevista com professor do IFMA
Início do conteúdo da página Notícias

Instituição canadense publica entrevista com professor do IFMA

Iniciativa da Universidade McGill busca divulgar experiências de egressos como forma de motivar o ingresso de novos estudantes
  • Augusto do Nascimento
  • publicado 10/11/2020 23h30
  • última modificação 10/11/2020 23h30

Imprimir
Uma das mais conceituadas instituições de ensino superior do Canadá, a McGill University publicou recentemente em sua página eletrônica uma entrevista (ver link no fim da matéria) com o professor do IFMA Samuel Filgueiras Rodrigues, do Programa de Pós-graduação em Engenharia de Materiais (PPGEM), oferecido pelo Campus Monte Castelo (São Luís). No próximo ano, a universidade pública canadense completa 200 anos de fundação.

Segundo o professor, a iniciativa da instituição, onde ele fez o curso de doutorado, é buscar os ex-alunos de seus cursos, e identificar onde estão atuando e os avanços ocorridos em suas vidas acadêmicas. Ao relatar essas trajetórias dos egressos no formato envolvente de entrevistas, a intenção é motivar a adesão de novos estudantes oriundos de diferentes países, motivados pelo sucesso de quem já passou pela Universidade McGill. Samuel Filgueiras explicou que é comum a instituição também convidar os egressos para darem palestras aos alunos iniciantes na casa.

A entrevista com o pesquisador maranhense foi publicada pelo TRaCE McGill (Track, Report, Connect, Exchange, na sigla em inglês), serviço baseado no programa de pós-graduação da McGill University com a finalidade de produzir um quadro estatístico detalhado dos resultados alcançados nas carreiras dos estudantes que passaram pelo programa. Integrando dados estatísticos, conhecimento narrativo e a formação de comunidade, a TRaCE McGill lida com o monitoramento, relato, conexão e intercâmbio mantidos entre a instituição e seus alunos egressos.

“Há possibilidades e os caminhos estão abertos. Basta focar, ter força de vontade, querer ir mais longe e procurar cada vez mais o conhecimento”, disse Samuel Filgueiras, destacando os alunos e a comunidade do IFMA como potenciais postulantes às vagas e futuros alunos ingressantes, assim como ele próprio já o foi. Na entrevista à Universidade McGill, o docente do Instituto relata as experiências da família durante a estadia no Canadá, como as dificuldades de adaptação ao clima e ao diferente modo de vida dos habitantes do país.

Com o orientador John J. Jonas, em frente ao Departamento de Engenharia de Materiais da McGill University

Ao avaliar o percurso acadêmico, Samuel Filgueiras destaca a participação do IFMA em sua formação, desde que foi aluno de curso técnico de nível médio em Materiais (*), para onde regressou no programa de mestrado (a graduação foi na Universidade Federal do Maranhão – UFMA). Já como servidor do Instituto (onde ensina do nível médio à pós-graduação), o docente participou do programa de doutorado da Universidade McGill, e considera já vir colhendo os frutos, com a adesão de novos alunos do programa de mestrado em Engenharia de Materiais (Campus Monte Castelo) para sua área de pesquisa.

Segundo ele, o campo em que atua envolve as novas ligas de aço da alta resistência para aplicação nas indústrias de transporte de óleo e gás, e de aços inoxidáveis austeníticos de próteses ortopédicas. Outro tema de estudo é a manufatura aditiva, que consiste em uma nova técnica de fabricação, além do desenvolvimento de outras ligas não-ferrosas, como as ligas de titânio e zinco.

Encontro

Atualmente, Samuel Filgueiras coordena a segunda edição do Encontro Internacional de Ciências e Engenharia de Materiais do Maranhão, evento financiado pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e planejado para 2021. Os organizadores consideram realizar programação presencial do Encontro, de acordo com a evolução de medidas sanitárias de prevenção e combate à pandemia da COVID-19. A primeira edição do evento ocorreu no ano passado.

 

(*) Matriculado no então Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet), que anos depois daria origem ao IFMA.

 

Acesse a entrevista completa (em inglês) com o Prof. Samuel Filgueiras.

 

Fim do conteúdo da página