Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Comitê aprova Plano de Transformação Digital do IFMA
Início do conteúdo da página Notícias

Comitê aprova Plano de Transformação Digital do IFMA

Plano prevê a oferta de 11 novos serviços por meio de canais digitais da Rede Nacional de Governo Digital (Rede Gov.Br) e da instituição.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 19/01/2021 18h38
  • última modificação 20/01/2021 12h35
Imprimir

O Comitê de Governança Digital (CGD) do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) aprovou, na sexta-feira (15), o Plano de Transformação Digital, para oferecer mais serviços por meio de canais digitais da Rede Nacional de Governo Digital (Rede Gov.Br) e da instituição. Durante a reunião, também foi instituída a nova composição do CGD.

O documento do IFMA segue o Decreto N° 10.332, de 28 de abril de 2020, que prevê a transformação digital e a integração de sistemas e serviços públicos no país até 2022. O reitor da instituição Carlos Cesar Teixeira Ferreira esclarece as vantagens da integração dos serviços digitais do IFMA com o portal de serviços do Governo Federal. “Esse plano vai remeter a um portal do Governo Federal em que serviços da instituição  passam a ser disponibilizados para a sociedade em geral. O portal não é do IFMA, é do Governo Federal. Porém os serviços são do IFMA, e o acesso via portal do Governo Federal remete aos nossos sistemas estruturantes”, explica o reitor.

Novos serviços

Além da integração com a Rede Gov.Br, o Plano de Transformação Digital do IFMA prevê a oferta de 11 novos serviços digitais. A partir da implantação do plano, será possível, por exemplo, realizar matrícula on-line em todos os cursos oferecidos pelo IFMA – graduação, pós-graduação, Educação a Distância, Educação Profissional Técnica (Educação de Jovens e Adultos, integrado e subsequente) e Formação Inicial e Continuada. O diretor de Gestão em Tecnologia da Informação do IFMA e secretário executivo do CGD, William Corrêa Mendes, explica as alterações. “A rematrícula já era on-line através do SUAP, mas agora a novidade é o procedimento de matrícula para o estudante que está ingressando na instituição. Para quem já é estudante do IFMA não há grandes alterações, pois esses serviços já podiam ser acessados on-line. Mas, para o estudante que está ingressando, vai permitir que ele faça o procedimento de matrícula sem comparecer à instituição”, disse.

Também será possível realizar, por meio digital, a inscrição para participar de processo seletivo nos cursos de pós-graduação, Educação a Distância, Educação Profissional Técnica em todas as modalidades e cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC). Outras duas novidades são poder solicitar a 2ª via de diploma de modo on-line e protocolar junto ao IFMA qualquer documento. “Esta última funcionalidade vai permitir que qualquer cidadão faça abertura de processo enviando documentos on-line. Feito isso, o processo vai para o SUAP [Sistema Único de Administração Pública] utilizado pelo IFMA, para que possamos gerar processo eletrônico. O cidadão será notificado a cada interação desse procedimento. É uma funcionalidade que vai permitir que o cidadão possa abrir um processo mesmo sem ter que comparecer presencialmente ao IFMA”, explicou William Corrêa Mendes.

O IFMA também vai implantar novo sistema que permitirá a integração e reúso de dados e informações para a prestação de serviços aos cidadãos, com autenticação Gov.Br, que é a autenticação do Portal do Governo Federal. É o que explica William Corrêa Mendes. “Estamos implantando um novo sistema de seletivo, que vai permitir utilizar a autenticação Gov.Br, que é a autenticação do portal do Governo. Nosso sistema foi integrado a essa plataforma de autenticação do Governo. É algo similar ao que temos com o Google, por exemplo. Quando entramos em um site tem lá ‘logar com o Google’, então agora temos o ‘logar com Gov.Br’ no nosso sistema de seletivo, para que quando o candidato se inscreva em nossa plataforma algumas informações das bases oficiais já são puxadas diretamente para o nosso sistema”, explicou o diretor de Gestão em Tecnologia da Informação do IFMA.

Nova composição do CGD

O novo Comitê de Governança Digital é formado pelo reitor do IFMA, Carlos Cesar Teixeira Ferreira, presidente do CGD; pelo Diretor de Gestão em Tecnologia da Informação do IFMA, William Corrêa Mendes, secretário executivo do CGD; pelo pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Rogerio de Mesquita Teles, membro; pela pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Clarisse Cordeiro Medeiros, membro; pelo pró-reitor de Ensino e Assuntos Estudantis, Maron Stanley Silva Oliveira Gomes, membro; pelo pró-reitor de Extensão, Carlos Alexandre Amaral Araujo, membro; pela pró-reitora de Administração, Lucimeire Amorim Castro, membro; e ainda pelos membros Marco Antonio Goiabeira Torreão, Aristóteles de Almeida Lacerda Neto, Jânio Fernandes e Silva, Luciene Amorim Antonio, Jeovani Machado Rodrigues e Makfferismar Rego dos Santos.

registrado em:
Fim do conteúdo da página