Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Dirigentes do IFMA se reúnem com bancada parlamentar maranhense
Início do conteúdo da página Notícias

Dirigentes do IFMA se reúnem com bancada parlamentar maranhense

  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 18/10/2021 11h55
  • última modificação 18/10/2021 11h55

Imprimir

O reitor do IFMA, Carlos César Ferreira, acompanhado de pró-reitores, diretores-gerais dos campi e outros gestores, reuniu-se virtualmente com parlamentares que compõem a bancada maranhense na Câmara dos Deputados, para apresentar projetos estratégicos da instituição. Durante a reunião, os dirigentes do Instituto se encontraram no auditório da Reitoria, em 14 de outubro (quinta-feira), e trataram da perspectiva de os deputados federais destinarem verbas provenientes de emendas parlamentares às iniciativas da instituição.

“Não se pode pensar em desenvolvimento sem pensar no pilar da educação”, disse Carlos César Ferreira, ressaltando a relevância do IFMA para o desenvolvimento socioeconômico do Maranhão. De acordo com ele, o Instituto atualmente registra mais de 40 mil estudantes matriculados e 2,8 mil servidores em atividade, dentre docentes e técnico-administrativos. Ao iniciar a apresentação dos projetos, o reitor disse que já vem havendo tratativas individualizadas envolvendo gestores dos campi e parlamentares do Estado. Sobre o entendimento conjunto (entre o bloco de dirigentes do Instituto e a bancada maranhense), ele informou que a iniciativa foi denominada “IFMA + Parlamentares”, e se destina tanto à ampliação da oferta educacional quanto à consolidação das condições de infraestrutura das unidades do Instituto.

Dentro do segmento +Infraestrutura, o primeiro projeto apresentado prevê a construção de quadras poliesportivas que seguem o modelo padronizado nos espaços edificados com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Ministério da Educação (MEC). Ao todo, serão contempladas 18 unidades do IFMA, dentre campi, campi avançados e centros de referência, distribuídos em diversas regiões do Maranhão. O reitor explicou que, além de oportunizar a prática desportiva entre estudantes, a construção das quadras contribuirá para atender a uma formação mais humanística do corpo discente, em complementação às atividades de ensino, pesquisa e extensão já desenvolvidas com esse segmento. O valor previsto para a realização da iniciativa perfaz o montante de R$ 8,4 milhões, segundo projeção do Instituto.

Em seguida, Carlos César Ferreira trouxe ao debate o segmento +Ensino, o qual prevê que o apoio dos parlamentares possibilitará a ampliação da oferta de vagas em cursos de formação técnica, tecnológica e superior, além de melhorar os indicadores educacionais do IFMA. A proposta é consolidar o processo de interiorização da educação oferecida pelo IFMA, alcançando as comunidades em diversos municípios e regiões maranhenses, além de contribuir com mais oportunidades para jovens e trabalhadores do Estado. Nesse segmento, o projeto prevê a ampliação da quantidade de polos de educação a distância (EaD) do IFMA, que atualmente perfaz 59 unidades credenciadas, contabilizando 2,5 mil matrículas. Com o apoio das emendas parlamentares, a projeção é que esse quantitativo chegue em 2024 a 100 polos credenciados e 10 mil matrículas. O reitor disse que 59 municípios manifestaram interesse em ser beneficiados pelas ações, que preveem a aquisição de terminais de computadores e equipamentos de multimídia para os campi e o Centro de Referência Tecnológica (CERTEC), a um investimento de R$ 2,5 milhões.

Ainda no segmento +Ensino, o reitor apresentou o projeto destinado a elevar o número de vagas nos cursos de graduação ofertados pelo IFMA, bem como a qualidade na formação de bacharelados, tecnólogos e licenciaturas. As ações previstas, a um investimento de R$ 3,5 milhões, contemplam a estruturação de novos laboratórios e aquisição de acervo bibliográfico para os cursos a serem criados, resultando no aprimoramento do processo de formação e da política de melhoria de qualidade adotada pelo Instituto. Segundo Carlos César Ferreira, o apoio dos deputados será favorável (projeção até 2024) ao aumento do número de campi ofertantes de cursos de graduação (dos atuais 21 para 26) e das cidades beneficiadas (de 21 para 27), bem como da quantidade de cursos (de 68 para 81) e de vagas anuais (de 2,2 mil para 3 mil).

Após conhecer os projetos institucionais do IFMA, o grupo de parlamentares, sob coordenação de Pedro Lucas Fernandes, considerou que vai se reunir para decidir conjuntamente sobre a extensão do apoio da bancada.

Fim do conteúdo da página