Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > IFMA atualiza diretrizes e define priorização de aulas presenciais nos campi
Início do conteúdo da página Notícias

IFMA atualiza diretrizes e define priorização de aulas presenciais nos campi

Deliberação deriva da atualização das diretrizes para o retorno das atividades pedagógicas e administrativas presenciais. Aulas remotas ainda poderão ser realizadas, mas em casos excepcionais.
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 18/02/2022 11h25
  • última modificação 18/02/2022 15h10

Imprimir

Atividades devem obedecer aos protocolos de segurança para prevenção à COVID.

O IFMA atualizou as diretrizes da instituição para o retorno das atividades pedagógicas e administrativas presenciais. Entre as mudanças, as aulas serão prioritariamente presenciais – resguardadas as condições sanitárias para a prevenção da Covid-19 – e, em casos excepcionais, poderão ser realizadas as aulas remotas.

De acordo com o pró-reitor de Ensino e Assuntos Estudantis do IFMA, Maron Gomes, houve mudança de prioridades. “Antes nós tínhamos as aulas prioritariamente remotas e, resguardadas as condições sanitárias, aulas presenciais. Com as novas diretrizes, invertemos essa situação”, declarou.

Recuperação da aprendizagem

O pró-reitor também destacou a necessidade, para a educação, do retorno das aulas presenciais. “É público e notório que os déficits de aprendizado, desde o ano de 2020 são enormes. O Brasil regrediu 13 anos em aprendizagem desses estudantes. Precisamos priorizar o retorno presencial para que consigamos combater o mais rápido possível esses déficits”, disse Maron Gomes.

O documento do IFMA cita a necessidade de avaliação diagnóstica da situação da aprendizagem dos discentes e a recuperação da aprendizagem, checando lacunas e dificuldades. Os campi deverão identificar, por exemplo, os estudantes que não tiveram ou apresentaram problemas de acesso aos meios digitais e às aulas remotas, além de verificar a frequência mínima e quais foram os principais déficit na aprendizagem para elaboração de plano de recuperação da aprendizagem. “Esse avanço do ensino remoto para o ensino híbrido e agora para a nova fase, do retorno à priorização das atividades presenciais, vai sempre primar pela continuidade da qualidade do ensino que nós oferecemos. E o foco principal continua sendo resguardar a saúde dos nossos técnicos, docentes, discentes e terceirizados”, comentou o pró-reitor.

Maron Gomes destacou também a ansiedade da comunidade escolar e dos pais de estudantes para o retorno das atividades presenciais. “Precisamos estar conscientes que todos nós estávamos muito ansiosos por esse momento. A pandemia, no entanto, não acabou. Contamos com a colaboração de todos os nossos estudantes, professores e gestores para que continuemos avançando neste retorno presencial. Logicamente mantendo todos os cuidados. A participação de todos neste momento é muito importante continuemos avançando neste retorno presencial”, declarou.

Todas as ações relacionadas ao retorno presencial serão regidas pela Portaria IFMA nº 62o, de 17 de fevereiro de 2022 e pelo Manual de Biossegurança do IFMA atualizado recentemente. Estas normativas internas do IFMA estão pautadas nas normativas nacionais vigentes, as quais estão mencionadas no texto da nossa Portaria Nº 620/2022.

Ressalta-se ainda, que no âmbito do IFMA, a partir de agora somente poderão ser realizadas atividades não-presencias nos seguintes casos:

  • Para atendimento a Instrução Normativa SGP/SEDGG/ME nº 90, de 28 de setembro de 2021;
  • Para fins de garantia do cumprimento da carga horária anual total dos cursos e dos dias letivos, limitando-se ao máximo de 20% da carga horária do respectivo componente curricular, quando for inviável o cumprimento de forma 100% presencial;
  • Quando da suspensão das atividades presenciais por força do cumprimento do que dispõe o protocolo de biossegurança do IFMA acerca das regras de suspensão em virtude dos casos de Covid-19.

Todos os documentos oficiais da instituição emitidas durante o período de Pandemia estão disponíveis na página abaixo

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página