Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias - PE > Rede Federal sofre novo bloqueio no orçamento; IFMA perde mais de R$ 4,6 milhões
Início do conteúdo da página Notícias

Rede Federal sofre novo bloqueio no orçamento; IFMA perde mais de R$ 4,6 milhões

Em 2022 o corte no orçamento do IFMA já alcança R$11,8 milhões
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 05/10/2022 16h31
  • última modificação 06/10/2022 14h23
Imprimir
A Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, que abarca mais de um milhão e meio de estudantes e 80 mil servidores sofreu mais um corte dia 05 de outubro, por meio do Decreto 11.216, que altera o Decreto nº 10.961, de 11/02/2022, no valor de R$147 milhões. A esse valor soma-se o cancelamento já ocorrido em junho deste ano, totalizando um corte de mais de R$300 milhões.

Diante desse contexto financeiro e orçamentário caótico, quem perde é o estudante, que será impactado na continuidade de seus estudos, pois os recursos da assistência estudantil são fundamentais para a sua permanência na instituição. Transporte, alimentação, internet, chip de celular, bolsas de estudo, dentre outros tantos elementos essenciais para o aluno não poderão mais ser custeados pelos Institutos Federais, pelos Cefets e Colégio Pedro II, diante do ocorrido.

Serviços essenciais de limpeza e segurança serão descontinuados, comprometendo ainda as atividades laboratoriais e de campo, culminando no desemprego e na precarização dos projetos educacionais, em um momento de tentativa de aquecimento econômico e retomada das atividades educacionais presenciais no pós-pandemia.

Estamos no último trimestre diante de um cenário incerto e alarmante, e, nesse momento o Conif reitera que é necessária e urgente a recomposição orçamentária, sob pena da Rede Federal ter seu funcionamento comprometido.

Orçamento do IFMA – 11,8 milhões retirados em 2022

O Instituto Federal do Maranhão demonstra toda a sua preocupação com mais uma medida unilateral e intempestiva, que novamente corta recursos destinados à educação. Esse é mais um duro golpe no orçamento das instituições federais de ensino, que já era insuficiente e diante de um cenário no qual os Institutos Federais buscam reverter os prejuízos causados pela pandemia.

Em maio, o Governo Federal já havia bloqueado 14,5% do orçamento das instituições. À época, o corte, que foi concretizado em junho, retirou do orçamento do IFMA mais de R$7,2 milhões. Com o novo corte anunciado nesta quarta-feira, 05, são mais R$4,6 milhões que estão sendo retirados do orçamento da instituição e que não estarão disponíveis para despesas correntes, entre os quais compra de insumos, serviços de limpeza, segurança, fornecimento de energia elétrica e água. Também haverá impacto no recurso destinado aos programas de assistência estudantil. No total, 11,8 milhões já foram retirados do orçamento da instituição em 2022.

registrado em:
Fim do conteúdo da página