Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Reunião do CONEPE discute temas de pós-graduação e periódicos científicos
Início do conteúdo da página Notícias

Reunião do CONEPE discute temas de pós-graduação e periódicos científicos

Em 13º encontro ordinário do órgão técnico, realizado virtualmente, conselheiros deliberaram sobre as pautas da programação
  • Augusto do Nascimento
  • publicado 02/12/2022 12h19
  • última modificação 10/01/2023 15h05
Imprimir

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CONEPE) do IFMA, órgão técnico de natureza propositiva, consultiva e deliberativa em matérias específicas de ensino, pesquisa e extensão, realizou na manhã de segunda-feira (28), de forma virtual, sua 13ª reunião ordinária, quando discutiu pautas relacionadas aos programas de pós-graduação e revistas científicas institucionais. O encontro foi conduzido por Rogério de Mesquita Teles, da Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (PRPGI), vice-presidente do colegiado no exercício da presidência.

No início do encontro, foi dada posse ao conselheiro Paulo César Gonçalves de Azevedo Filho, como segundo suplente no segmento de representantes dos coordenadores de cursos de graduação dos Campi do Instituto. O empossado coordena o curso superior de Zootecnia no Campus São Raimundo das Mangabeiras.

Ao tratar dos informes da reunião, que antecedem as deliberações do colegiado sobre as pautas em discussão, Rogério Teles destacou a programação de eventos ocorridos no mês de novembro nos campi do Instituto, dentre os quais a primeira edição do Seminário de Internacionalização, no Campus Barreirinhas, nos dias 02 e 03, com organização da Diretoria de Relações Internacionais (DIRI), vinculada à Pró-reitoria de Extensão (PROEXT). Rogério Teles fez ainda referência à programação realizada em novembro no Campus IFMA Grajaú, que sediou três eventos institucionais entre os dias 21 e 25: Universo IFMA, promovido pela PRPGI, o 12º Seminário da Consciência Negra, com organização do Núcleo de Estudos Afrodescendentes e Indígenas (Neabi), e o 5º Encontro de Arte (Enarte), da Coordenadoria de Arte, Cultura e Desporto (CACD), que integra a estrutura da Pró-reitoria de Ensino e Assuntos Estudantis (PRENAE).

No âmbito externo ao IFMA, o pró-reitor destacou a 46ª Reunião Anual dos Dirigentes da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Reditec 2022), que com o tema “Povos e Identidades na Educação Profissional” ocorreu de 7 a 10, na cidade de Belém (PA), congregando reitores, pró-reitores e diretores-gerais de campi de todo o país. O evento tem organização do Conselho Nacional (Conif) das instituições que integram a Rede Federal, como os institutos federais de todos os estados brasileiros.

Outro evento mencionado pelo presidente da reunião foi a 38ª edição do Encontro Nacional de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação (Enprop), realizado na Universidade Federal de Sergipe (UFS) com o tema “Ciência e Educação: Metamorfose e Desafios ao Desenvolvimento Nacional”, no período de 16 a 18, do qual participam pró-reitores de instituições públicas, privadas, confessionais e comunitárias que atuam nas áreas de abrangência, além de diretores e coordenadores de programas de pós-graduação e pesquisa, gestores ministeriais, dirigentes de agências de fomento à pesquisa e pós-graduação, pesquisadores, convidados e pessoal técnico-administrativo que dá suporte às atividades nas instituições participantes.

Programa de Qualidade

A primeira pauta sob apreciação dos conselheiros tratou do Programa de Qualidade da Pós-Graduação Stricto sensu do IFMA (Qualitas), o qual visa implementar estratégias e ações que contribuam para que os programas desse nível educacional atinjam padrões de qualidade em patamar nacional e internacional. Rogério Teles observou que a aprovação do documento, o qual vem sendo estruturado em diferentes setores do Instituto desde o início de 2021, favorece a captação de recursos junto a agências externas de fomento, como a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA). DE acordo com o pró-reitor, o IFMA abrange atualmente seis programas de pós-graduação stricto sensu, sendo cinco mestrados e um doutorado, todos oferecidos pelo Campus Monte Castelo (São Luís). “A pós-graduação stricto sensu passa por uma avaliação rigorosa pela Capes [Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, ligada ao Ministério da Educação]”, disse o reitor, a fim de enfatizar a dificuldade que as instituições encontram para aprovar e manter cursos dessa natureza, dadas as exigências colocadas pela Coordenação, como a produtividade de docentes e dos estudantes. Dessa forma, o Qualitas propõe dar suporte ao Instituto, que atualmente aguarda as avaliações do órgão relacionadas a três propostas de novos cursos que apresentou este ano, no sentido de aumentar o nível dos cursos ofertados pela instituição.

Periódicos

Na sequência dos trabalhos, o professor Tiago da Costa Barros Macedo, que chefia o Departamento de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação no Campus IFMA São Raimundo das Mangabeiras, apresentou na qualidade de relator a proposta da PRPGI para instrução normativa relativa aos processos de criação, manutenção, consolidação e exclusão de revistas científicas institucionais vinculadas ao Portal de Periódicos Eletrônicos do IFMA, cujo regulamento foi criado pela Resolução Nº 097/2018 do Conselho Superior (Consup) do Instituto, com o fim de reunir em um mesmo ambiente e dar visibilidade às publicações. Atualmente, a página conta com três revistas cadastradas: [re]Design; Polifonia em Foco; e Acta Tecnológica. No entanto, a instituição não tem ainda uma norma com disposições sobre o tema. Segundo a proposta, são consideradas revistas científicas institucionais aquelas vinculadas à Reitoria, campus, campus avançado, centro de referência, programa de pós-graduação, curso de graduação, grupo de pesquisa ou laboratório reconhecido pela instituição, tendo a finalidade de divulgar o conhecimento produzido seja na esfera do Instituto ou em parceria com outras instituições de ensino, pesquisa, inovação ou extensão.

Pós-doutorado

A última pauta levada ao colegiado disse respeito à regulamentação de um programa de pós-doutorado. Rogério Teles destacou que, apesar de não existir um documento que sistematize o tema, o Instituto já oferta pós-doutorado e conta com servidores vinculados como bolsistas a programas em outras instituições. O pró-reitor informou que o processo de formulação do documento envolveu diferentes ações como a formação de comissão composta por representantes dos programas de pós-graduação, reuniões com coordenadores de cursos, realização de fóruns na Câmara de Pós-graduação da PRPGI. Na reunião do CONEPE, a proposta do regulamento foi apresentada pelo Prof. Gilmar Silvério da Silva, coordenador do Programa de Doutorado em Química (PDQ) do Campus Monte Castelo. Segundo ele, a formatação do documento se baseou em pesquisa junto a diferentes programas de pós-doutorado que já têm o tema regulamentado. A proposta trata de condições de ingresso, organização curricular, estágio pós-doutoral, duração das atividades, dentre outras.

Fim do conteúdo da página