Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Pesquisa do IFMA sobre energia gerada por escamas de peixe concorre a dois prêmios
Início do conteúdo da página Notícias

Pesquisa do IFMA sobre energia gerada por escamas de peixe concorre a dois prêmios

A dissertação foi defendida em 2021, no âmbito da primeira turma do Mestrado em Engenharia Mecânica do IFMA
  • Cláudio Moraes
  • publicado 04/12/2022 10h40
  • última modificação 10/01/2023 15h05

Imprimir

Os estudos sobre o potencial da escamas de peixe para produção de energia foram iniciados por Arthur Vinícius ainda no curso de graduação em Engenharia Mecânica

Dissertação de mestrado defendida no Programa de Pós-Graduação do Mestrado Acadêmico em Engenharia Mecânica (PPGMEC) do IFMA/UFMA/UEMA Campus São Luís – Monte Castelo está entre as finalistas em duas premiações no Maranhão.

 

O egresso do programa, Arthur Vinicius Sousa da Silva, que agora cursa o doutorado em Engenharia Mecânica na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), concorre, na categoria Dissertação de Mestrado, na área de Ciências Exatas e Engenharias, ao Prêmio FAPEMA 2022: Cientistas do Território Maranhense e ao Prêmio Porto do Itaqui 2022.

 

O trabalho “Determinação das Emissões Gasosas e Caracterização Físicoquímica dos Resíduos Produzidos pela Combustão de Escamas de Peixes em um Forno Tubular de Queda Livre (Drop Tube Furnace – DTF)” foi defendido em maio de 2021, com orientação do professor Glauber Cruz (UFMA). E, neste ano, a pesquisa deu origem ao artigo científico “Investigation of the combustion process of fish scales from Northeast Brazil in a drop tube furnace (DTF)” publicado na revista digital “Environmental Science and Pollution Research”.

 

O objetivo do trabalho é avaliar o desempenho de escamas de peixes quando submetidas a processos de combustão em um forno tubular de queda livre (DTF). Tal equipamento consiste em um forno vertical experimental, que submete partículas de combustíveis sólidos a uma alta taxa de aquecimento em uma atmosfera controlada. Os dados coletados por esse equipamento possibilitam a otimização industrial no uso de caldeiras e altos fornos. A pesquisa também investiga a viabilidade das escamas de peixe como combustível alternativo em termos de problemas relacionados às cinzas geradas e possibilidade de reutilizações dos resíduos.

 

A pesquisa aponta que, aproximadamente, 1,5 milhão de toneladas de escamas de peixes, produzidas em todo o mundo em 2016, são consideradas inúteis e descartadas de forma desordenada em locais impróprios, como os lixões, ou são lançadas ao mar. Isso causa emissão de maus odores, decomposição de matéria orgânica e proliferação de doenças e de animais peçonhentos.

 

A investigação afirma que o uso efetivo da biomassa à base de escamas de peixes em processos de queima pode reduzir vulnerabilidades sociais e ambientais, maximizar as atividades econômicas, minimizar o desperdício e o descarte inadequado, além de possibilitar gerar energia.

 

Pesquisando sobre o mesmo tema, Arthur Vinicius Silva conquistou o Prêmio Fapema 2019, na categoria Jovem Cientista, com trabalho elaborado em sua graduação em Engenharia Mecânica na UFMA. De acordo com Arthur, não foram encontrados estudos anteriores a respeito da aplicação da escama de peixe para geração de energia. “A maior parte de estudos sobre biomassas tem foco nos resíduos de origem vegetal, como bagaço de cana, cascas de café e arroz”, afirmou. “Há poucos estudos envolvendo escamas de peixes, mas nenhum envolve o seu uso como biomassa para geração de energia proveniente de sua queima”, prosseguiu.

 

PRÊMIO FAPEMA

O Prêmio FAPEMA é considerado uma das mais importantes premiações científicas do Norte-Nordeste e tem o objetivo de valorizar e reconhecer ações inovadoras e relevantes de pesquisadores, inventores e profissionais de comunicação com atuação de destaque no estado. As mais importantes instituições de nível superior estão presentes entre os finalistas – UEMA, UFMA, IEMA, IFMA, UEMASUL e UNICEUMA.

 

A 17ª edição do Prêmio FAPEMA contou com o apoio da comunidade quanto à indicação de pesquisadores do estado, vivos ou em memória, para o Prêmio Homenagem Especial. Após análise de mais de 2,6 mil indicações, o evento vai homenagear três grandes cientistas que desenvolveram pesquisas no território maranhense. São eles, os pesquisadores Francisco Limeira de Oliveira, da UEMA, José Manuel Rivas Mercury, do IFMA, e Luiz Alves Ferreira (Dr. Luizão) da UFMA.

 

Cento e trinta finalistas disputam a premiação, nas categorias Pesquisador Júnior, Jovem Cientista, Dissertação de Mestrado, Tese de Doutorado, Pesquisador Sênior, Inovação Tecnológica, Jornalismo Científico e PopVídeo.

 

Os vencedores, em cada categoria, serão conhecidos na cerimônia de premiação, no dia 7 de dezembro, que acontecerá no Teatro Arthur Azevedo, em São Luís. Os ganhadores receberão diploma e troféu oficial do concurso. O Governo do Estado do Maranhão destinou, ainda, recursos da ordem de R$ 216 mil para a premiação em dinheiro, a ser distribuído de acordo com a categoria e modalidade.

 

 

PRÊMIO PORTO DO ITAQUI

O Prêmio Porto do Itaqui integra um programa de incentivo à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação oriundo do convênio firmado entre FAPEMA e a Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP).

 

São quase R$ 145 mil em prêmios para trabalhos com eixos temáticos principais em Operações Portuárias, Meio Ambiente, Relação Porto Cidade, Desenvolvimento Socioeconômico Sustentável, Desenvolvimento Tecnológico e Gestão Pública Portuária.

 

O edital prevê a premiação de 40 projetos nas categorias Pesquisador Júnior, Jovem Cientista, Artigo, Dissertação de Mestrado, Tese de Doutorado, Jornalismo Científico, Inovação Tecnológica, Pesquisador Sênior. Porém, apenas 15 projetos foram classificados.

 

Além dessas categorias, o prêmio prevê homenagear a Mulher Pesquisadora Destaque: pesquisadora, inventora ou jornalista que obtiver a maior pontuação de Análise do Mérito e Relevância entre todas as propostas submetidas, independente da categoria.

 

A premiação irá ocorrer no dia 14 de dezembro.

Fim do conteúdo da página